3 tendências da tecnologia low-code para 2023

David de Freitas Neto, cofundador e Enterprise Sales Executive da Zeev / Foto: Higor Barreto / Divulgação
David de Freitas Neto, cofundador e Enterprise Sales Executive da Zeev / Foto: Higor Barreto / Divulgação

Demanda por ferramentas de otimização ágeis e práticas vai impulsionar o crescimento da busca pela solução nas empresas

Com a consolidação do modelo de trabalho híbrido, a necessidade das empresas por soluções de otimização e automação só aumentaram neste último ano. Neste contexto, as tecnologias low-code (pouco código, em tradução livre) tornaram-se uma grande aliada para os negócios. Isso porque, o low-code permite que o colaborador de qualquer área, inclusive aqueles com pouco conhecimento em TI, consigam criar softwares e aplicativos personalizados que atendam a necessidade de cada departamento. Por isso, o mercado espera por mais novidades para 2023.

Segundo a Gartner, haverá uma crescente demanda no mercado por serviços de desenvolvimento de aplicativos, sendo cinco vezes maior do que a capacidade do TI em atender essa demanda. A pesquisa ainda aponta que o Low-Code será responsável por 70% do desenvolvimento deste tipo de solução até 2025. Além disso, é esperado um crescimento composto anual de 31,3% entre 2022 e 2030, de acordo com dados do Research and Markets.

Para David de Freitas Neto, cofundador e Enterprise Sales Executive da Zeev, referência na oferta de plataformas de desenvolvimento de workflows Low-Code, os próximos anos serão promissores para o uso da solução. “O Low-Code ganhou uma capilaridade impressionante nos últimos anos. Não à toa que durante o Web Summit de 2022, em Lisboa, especialistas abordaram a tecnologia como disruptiva. E afirmaram acreditar que no futuro próximo todos seremos desenvolvedores, considerando a facilidade da utilização deste tipo de ferramenta. Além disso, nos últimos anos, as pessoas começaram a interagir cada vez mais com softwares, especialmente ao criarem negócios. O Low-Code estará presente em 65% das aplicações até 2024, devido a sua eficiência e simplicidade”, explica.

David afirma que as soluções Low-Code vão ganhar ainda mais espaço dentro das empresas neste ano. Por isso, elencou 3 tendências da tecnologia para 2023.

1. Automatização de processos

Atrelada à diminuição de tarefas manuais, a automatização de processos vem para facilitar, diminuir erros humanos e acelerar as demandas diárias. Quando os processos de um ou mais departamentos são automatizados, é possível eliminar atrasos, erros e obter um fluxo de trabalho mais dinâmico. O low-code entra para tornar essa mudança possível, permitindo que essas soluções sejam criadas com mais velocidade e sem depender da área técnica.

2. Maior Oportunidade de Colaboração

Com a organização do workflow por meio do low-code, colaboradores de qualquer departamento podem contribuir na criação de recursos, suprindo a demanda por ferramentas e aplicativos que atendam a necessidade de cada área da empresa, o que naturalmente aumenta o engajamento e a produtividade. Isto é, quando os processos e objetivos são traçados de forma clara e coesa, o trabalho em equipe torna-se ainda mais fácil e recorrente, o que beneficia não só a equipe, como os clientes.

3. Hiperautomações

A demanda por inovação cresce na mesma medida que a necessidade da otimização de recursos operacionais. Nesse sentido, os olhares de grandes organizações se voltam para as hiperautomações. E, para essas automações de processos de negócio e TI, acontecerem cada vez mais rápido, as tecnologias low-code são um caminho viável e eficiente. Apoiando na criação de soluções ágeis, adaptativas e inteligentes para atender as necessidades de negócio.

Total
0
Shares
Prev
Sompo implementa Plano de Contingência para atender atingidos pelos temporais no Litoral de SP
Andreia Paterniani, diretora da área de Sinistro da Sompo Seguros / Foto: Divulgação

Sompo implementa Plano de Contingência para atender atingidos pelos temporais no Litoral de SP

Companhia estabelece estratégia para agilizar os processos de análise, liberação

Next
Congerhi 2023: evento chega à oitava edição com mais de 120 palestrantes
Tati Souza, idealizadora do Congerhi / Foto: Divulgação

Congerhi 2023: evento chega à oitava edição com mais de 120 palestrantes

Congresso acontece de 13 a 18 de março, em Bauru, com grandes nomes como Eugênio

Veja também