Cilia recebe aporte de R$ 110 milhões

Os fundadores do Cilia Leonardo Lobo, Daniel Barbosa e Douglas Camargo / Foto: Matheus Modkovski / Divulgação
Os fundadores do Cilia Leonardo Lobo, Daniel Barbosa e Douglas Camargo / Foto: Matheus Modkovski / Divulgação

Rodada de captação foi liderada pelo fundo Cloud9 Capital

A empresa goiana Cilia anuncia nesta terça-feira, 25, o recebimento de um aporte de R$ 110 milhões, liderado pelo fundo Cloud9 Capital, captação que contou ainda com a participação do Mercado Livre. Criada em 2012, a startup simplifica o trabalho de oficinas, fornecedores de peças, reguladoras e seguradoras no processo da realização de orçamentos no setor automotivo. Por meio de um sistema inovador e totalmente online, o Cilia fornece em tempo real o orçamento do reparo ou da manutenção de um veículo, processo que antes demorava dias. Integrada às maiores seguradoras do país e a mais de 4.500 oficinas, a startup utilizará os recursos para se consolidar como a maior provedora de infraestrutura do setor no país.

O Cilia foi fundado por Daniel Barbosa, Mauro Guedes, Leonardo Lobo e Douglas Camargo — os três primeiros se conheceram em uma empresa prestadora de serviços para seguradoras na área de sinistros automotivos. Na época, quando um veículo segurado sofria um acidente, um perito era enviado à oficina para fazer uma avaliação e, então, utilizava um software de precificação para completar o orçamento. Como o programa era instalado nos computadores, o sistema muitas vezes ficava lento e estava sujeito a panes na máquina. Eles resolveram criar, então, uma solução que funcionasse na nuvem, em qualquer navegador, e fosse leve e intuitiva.

Por meio de inteligência artificial, a startup torna possível que a avaliação de um sinistro e o orçamento sejam feitos exclusivamente por fotos, incluindo a precificação de danos externos e também internos. Com um produto que traz economia de tempo e de dinheiro para todos os players do mercado –seguradoras, oficinas, reguladoras e frotas–, o Cilia logo adquiriu um papel essencial na indústria e já possui um market share superior a 50%, sendo utilizado pelas maiores seguradoras do país, como Allianz, Bradesco, Liberty e Tokio Marine.

Atualmente, o pacote de serviços do Cilia inclui avaliação de sinistro em poucos minutos, coordenação de orçamentos, cotação online de preços de peças, gestão de clientes e pátio e relatórios estatísticos. No caso de seguradoras, o cliente pode disponibilizar para qualquer oficina parceira o acesso ao sistema, conectando assim todo o ecossistema.

O próximo passo é continuar evoluindo e provendo toda a infraestrutura necessária para que participantes do mercado automotivo realizem reparos, do orçamento ao fornecimento de peças, de maneira mais eficiente — um mercado que pode chegar a R$ 202,7 bilhões neste ano, segundo o Sindipeças.

“Diariamente, cerca de 9.500 batidas de carro são registradas em nosso sistema. Temos um imenso banco de dados acerca da distribuição de carros por região e de peças automotivas, o que nos permite inferir quais peças serão demandadas por localidade, antes mesmo de serem necessitadas. Nosso foco agora é fazer uso dos recursos recebidos para o desenvolvimento de um robusto marketplace, que de fato vai conectar todos os players desse mercado, além de continuar penetrando na extensa base de oficinas mecânicas presentes no Brasil”, afirma Daniel Barbosa, sócio-fundador do Cilia.

“O Cilia já está causando uma disrupção no setor de ponta a ponta e hoje já é crítica para a operação de seguradoras e oficinas. É incrível uma companhia criada há tão pouco tempo ter adquirido essa participação no mercado, e ninguém está mais bem posicionado que eles para ser o grande provedor de infraestrutura no setor automotivo”, diz Felipe Affonso, sócio do Cloud9 Capital. “Estamos muito felizes em estarmos ao lado deles nessa jornada dando suporte nessa próxima etapa de crescimento. O Cilia se encaixa muito bem com a nossa tese: uma verdadeira empresa de tecnologia, um software vertical líder indiscutível em seu mercado, com economics extremamente saudáveis e que ainda não tinha recebido um investimento significativo”.

“Otimistas diante da participação do Mercado Livre no Cilia, vemos a categoria de autopeças desempenhando um papel extremamente relevante para nossa operação de marketplace no Brasil, sendo uma importante alavanca para o negócio de veículos, onde ainda há muito espaço para crescimento. É claro também o potencial para sinergias futuras com o Cilia, principalmente com foco na digitalização do mercado de autopeças que pode impactar positivamente os nossos usuários e o setor automotivo”, comenta Fernando Yunes, vice-presidente sênior de Commerce e líder do Mercado Livre no Brasil

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
Perdi meus documentos durante uma viagem. Como proceder?
Perdi meus documentos durante uma viagem. Como proceder? / Foto: Emil Kalibradov / Unsplash Images

Perdi meus documentos durante uma viagem. Como proceder?

“Perdi meus documentos longe de casa”; Situação pode ser delicada,

Próximo
Viagens temáticas: brasileiros optam por destinos litorâneos e culturais
Viagens temáticas: brasileiros optam por destinos litorâneos e culturais / Foto: Roberto Nickson / Unsplash Images

Viagens temáticas: brasileiros optam por destinos litorâneos e culturais

Punta Cana, Natal, Rio de Janeiro compõem o top 3 de passagens mais compradas,

Veja também