Empresas de Minas Gerais registraram a maior recuperação de crédito do Sudeste em janeiro, revela Serasa Experian

Empresas de Minas Gerais registraram a maior recuperação de crédito do Sudeste em janeiro, revela Serasa Experian / Foto: Freepik
Foto: Freepik

Total nacional foi de 47% das dívidas atrasadas quitadas em até 60 dias do vencimento, com destaque para a região Nordeste com a maior taxa de pagamentos

Em janeiro, as empresas de Minas Gerais regularizaram 49,3% das dívidas inadimplentes em até 60 dias de negativação. O número mostra que o estado teve a maior taxa de pagamentos no Sudeste do país, ante o Rio de Janeiro com a menor (39,3%). Confira o levantamento completo da região no gráfico a seguir:

Divulgação

No recorte por regiões do Brasil, ainda em janeiro, o ranking de recuperação de dívidas em até 60 dias de negativação mostrou que o Nordeste liderou com o maior percentual (53%), o Norte veio em seguida com 52,8%, depois o Centro-Oeste (50,8%), o Sul (48,4%) e o Sudeste (42,2%). Confira no gráfico a seguir os percentuais de pagamentos por Unidade Federativa (UF):

Divulgação

Análise nacional: empresas inadimplentes priorizaram o pagamento de dívidas básicas

Em janeiro, as empresas brasileiras regularizaram 47% das dívidas inadimplentes em até 60 dias de negativação. De acordo com o Indicador de Recuperação de Crédito da Serasa Experian, foi o setor “Utilities”, que contempla contas básicas como gás, energia e água, que obteve o maior nível de contas pagas, marcando 56,8%. Já o segmento “Outros”, composto por credores que atuam na indústria, agronegócio e no terceiro setor, ficou em segundo lugar com 56,6% dos débitos vencidos sanados. Veja os dados gerais e por setor da dívida completos nos gráficos abaixo:

Divulgação

“Para que compromissos financeiros como financiamentos e com fornecedores sejam sanados, os empreendedores precisam primeiro honrar com as contas que garantem o funcionamento mínimo do seu negócio para continuarem atuando”, avalia o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

A taxa de pagamento das contas vencidas em até 30 dias foi de 59,7%, 43,8% foi daquelas com 60 dias, 31,3% das com atraso de 90 dias e 22,4% dos débitos com mais de 180 dias. Dívidas atrasadas com até um ano receberam 20,4% de pagamentos e 5,9% foi a taxa das dívidas acima deste prazo.

Serasa Experian ajuda empreendedores contra a inadimplência

Um dos principais motivos para as empresas terem dificuldade em pagar suas dívidas é por sofrerem inadimplência de seus próprios clientes. Por isso, a ferramenta da Serasa Experian de Recuperação de Dívidas dos clientes possui todo um aparato de cobrança, negativação e ganho de eficiência com mais agilidade. Tudo isso respaldado pela base nacional de negativados da Serasa Experian e que preza pelo bom relacionamento entre empresas e consumidores. Mais informações estão disponíveis na página oficial da Serasa Experian.

Metodologia

O Indicador de Recuperação de Crédito da Serasa Experian considera o número de dívidas incluídas no sistema de inadimplência em cada mês específico. A medida de até 60 dias para quitação dos compromissos financeiros deste indicador foi selecionada por refletir a régua comum utilizada pelas soluções de cobrança, mas esse tempo pode variar de acordo com cada credor. Além disso, a série histórica do índice ainda é curta, com dados retroativos desde 2017, dessa forma, não é possível afirmar períodos de sazonalidade, uma vez que seria necessário contar com no mínimo 05 anos de observação para fazer essa análise.

Para conferir mais informações e a série histórica do indicador, clique aqui.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prev
Evento sobre seguro garantia é “divisor de águas” para o mercado, avalia FenSeg
Antonio Trindade, presidente da FenSeg, na abertura do evento / Foto: Divulgação

Evento sobre seguro garantia é “divisor de águas” para o mercado, avalia FenSeg

Ciclo de debates promovido pela Federação Nacional de Seguros Gerais reuniu em

Next
CORPe leva operadora Plano Brasil Saúde também para o Estado da Bahia
Francisco Lessa, gestor das clínicas de APS (atenção primária à saúde) da PBS; Paulo Bittencourt, CEO da PBS; Vanessa Nascimento, gerente Comercial Nacional da CORPe Saúde; e Michelle Pacheco, gerente de Operações da PBS / Foto: Divulgação

CORPe leva operadora Plano Brasil Saúde também para o Estado da Bahia

Parceria entre as empresas foi iniciada em agosto de 2022 com atuação no Rio

You May Also Like