Google for Startups: dez novas empresas receberão investimentos do Black Founders Fund

Google for Startups: dez novas empresas receberão investimentos do Black Founders Fund/ Foto: Unsplash
Foto: Unsplash

Criado em 2020, fundo do Google for Startups totaliza, com as novas investidas, 66 startups em seu portfólio

Dez novas empresas foram selecionadas neste mês de novembro para o Black Founders Fund, do Google for Startups. A iniciativa investe recursos financeiros, sem contrapartida ou participação societária, em startups fundadas e/ou lideradas por pessoas negras no Brasil. As empresas selecionadas são de diferentes setores e estados do Brasil, confira:

  • Conecta Tech: software que integra e otimiza o sistema de gestão, CRM e marketplace ao processo de vendas online.
  • Fitinsur: plataforma que oferece serviços para vendas e gestão de seguros, possibilitando a flexibilidade e agilidade na geração de experiências customizadas, promovendo escalabilidade a todos os agentes do mercado segurador.
  • Infleet: autotech que simplifica a gestão de frotas e o seu controle operacional, oferecendo planejamento de rotas, manutenção, abastecimento, monitoramento, telemetria e videotelemetria.
  • Intreguei: startup especializada em coleta e entrega de produtos, que torna a logística acessível e eficiente para empresas, varejistas e marketplaces, conectando-os a uma rede de parceiros logísticos.
  • Logstore: processador de e-commerce que integra o varejo físico e o digital por meio de plataformas SaaS (software as a service).
  • Lovel: solução de HR Tech especializada na contratação de profissionais da área de tecnologia.
  • Metha Energia: energytech que conecta consumidores residenciais a usinas de energia renováveis.
  • Shooju: plataforma personalizável de Dados como Serviço (DaaS) que realiza a gestão de dados de empresas, a fim de agregar valor em toda a cadeia.
  • Turn2C: fintech que desenvolve consórcios personalizados para auxiliar clientes a adquirir um bem ou serviço de forma segura e simplificada.
  • Zentek: startup da área de assistência e seguros que ajuda fintechs e seguradoras a aumentar a retenção e monetização de sua base de clientes, com foco no relacionamento.

Com um total de R$ 16 milhões, o Black Founders Fund já investiu em 56 startups brasileiras desde 2020 – somando à nova turma, o portfólio do fundo chega a 66 empresas. Além dos investimentos, as empresas recebem créditos em produtos do Google, workshops e mentorias individuais para endereçar seus desafios de negócios e tecnologia. A iniciativa também ajuda a dar projeção para as startups e conectá-las a outros programas, empresas e fundos de investimentos. Evidência disto é que as startups do portfólio do Black Founders Fund reportaram que, após o programa, conseguiram levantar novas rodadas de investimentos, que totalizam um valor 10 vezes maior do que o montante aportado pelo fundo do Google for Startups.

“É muito gratificante saber que o Google for Startups é, muitas vezes, um ponto de partida para essas startups, seja na captação de seu primeiro investimento ou na criação de oportunidades para acessarem outros investimentos. São novos e promissores caminhos que vemos surgir para cada um desses negócios assim que recebem nosso apoio financeiro e passam a fazer parte da comunidade de empreendedores negros que temos construído desde 2020”, afirma André Barrence, diretor do Google for Startups para a América Latina. O fundo é, ainda, uma forma de combater a desigualdade no mercado de investimentos. Segundo o Relatório de Equidade Latam recém-lançado pelo Diversity VC, apenas 1,4% dos fundos investem em empresas em que os fundadores são etnicamente diversos, LGBTQIAP+ ou pessoas com deficiência.

Além disso, investir em pessoas negras no mercado de tecnologia, que é considerado por 55% das startups entrevistadas pelo estudo “Panorama de talentos em tecnologia”, do Google for Startups como muito excludente , é uma forma de criar novas oportunidades, conforme comenta Giorge Azevedo, CEO da Intreguei, uma das novas investidas. “Vamos usar o investimento do Black Founders Fund para capacitar e educar mais trabalhadores que não tiveram a oportunidade de estudar. Muitos deles nem consideraram a possibilidade de estudar uma nova área para ingressar no mercado de trabalho, como, por exemplo, programação, e queremos mudar essa perspectiva”, defende o empreendedor.

Inscrições abertas para o Black Founders Fund

Para se candidatarem para os novos aportes do Black Founders Fund, as startups devem, além de estarem em busca de uma rodada de investimento pre-seed ou seed para financiar seu próximo estágio de desenvolvimento, oferecer uma solução criada com base em tecnologia e já ter um negócio em operação, ou seja, ter um produto lançado com alguns usuários e possíveis clientes. Os empreendedores também precisam indicar como planejam usar o recurso.

As startups interessadas podem se inscrever, a qualquer momento, preenchendo formulário no site do Google for StartupsAs empresas também poderão ser selecionadas para participar dos outros programas realizados pelo Google for Startups no Brasil, como Growth Academy e Google for Startups Accelerator.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
Assist Card mantém promoção da Black Friday, oferecendo seguro-viagem com desconto de 50%
Assist Card mantém promoção da Black Friday, oferecendo seguro-viagem com desconto de 50%/ Foto: Pexels

Assist Card mantém promoção da Black Friday, oferecendo seguro-viagem com desconto de 50%

Até 3 de dezembro, os viajantes podem aproveitar as condições especiais em todos

Próximo
Décimo terceiro: o que fazer e onde investir?
Décimo terceiro: o que fazer e onde investir?/ Foto: Pexels

Décimo terceiro: o que fazer e onde investir?

Planejadores financeiros dão dicas sobre o que fazer com o dinheiro a ser

Veja também