Governo Federal define ações integradas para apoiar população yanomami em Roraima

O ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, recebeu, nesta quinta-feira (26), os ministros do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias, e das Cidades, Jader Filho, para tratar de ações integradas do Governo Federal para apoiar as comunidades yanomamis de Roraima. O governador do estado, Antonio Denarium, também esteve presente ao encontro.

No último sábado (21), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou pessoalmente o estado com uma equipe de ministros e técnicos para avaliar a situação da população yanomami. Ele determinou que todos os esforços do Governo sejam direcionados, por meio dos Ministérios, para a solução da crise humanitária na região.

Nos próximos dias, um grupo de técnicos do Governo Federal – com representantes dos Ministérios da Integração e do Desenvolvimento Regional, do Desenvolvimento Social e das Cidades, além da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) – deverá visitar algumas das comunidades yanomamis para levantar as principais necessidades das populações. O foco será em apontar soluções de abastecimento de água para consumo humano, habitação, saneamento básico e comunicação.

“O Governo Federal está priorizando a situação dos yanomamis. As várias ações que possamos implementar com essas comunidades poderão ser replicadas em outras localidades do País, não só as indígenas. Essa é uma demonstração clara da mobilização da atual gestão, em nome do presidente Lula, dentro das atribuições que cada Ministério tem, para assistir bem a população brasileira e, em um caso muito extraordinário, a população yanomami”, destacou o ministro Waldez Góes.

Por sua vez, o ministro Wellington Dias, que coordena as ações do governo, reforçou a importância da atuação conjunta entre as diversas Pastas para a apresentação de soluções eficazes para a população yanomami. “O presidente Lula nos tem solicitado que trabalhemos integrando esforços. De um lado, temos que ter as ações emergenciais. Mas há também um desafio para apresentarmos soluções para o fornecimento de água, além de habitação e comunicação. Temos que garantir as condições de qualidade de vida para esse povo”, afirmou.

Já o ministro Jader Filho acredita que a ida da missão do Governo Federal a Roraima vai otimizar a apresentação de medidas efetivas para auxiliar a população indígena no estado. “Discutimos quais são as soluções e, com a ida dos técnicos a Roraima, poderemos identificar os problemas e quais os caminhos que vamos encontrar para podermos solucioná-los. Estamos de mãos dadas para resolver essa questão”, afirmou.

Por fim, o governador de Roraima, Antonio Denarium, agradeceu o apoio da União. “Temos que cuidar de todos. E essa parceria entre o Governo Federal e o governo do estado é de fundamental importância para que possamos levar soluções definitivas para os indígenas yanomamis do estado de Roraima. Isso envolve o social, segurança alimentar, saúde e água de boa qualidade”, reforçou.

Força-tarefa

Uma força-tarefa do Governo Federal tem prestado apoio à população yanomami em Roraima, que enfrenta uma crise humanitária diante da falta de segurança alimentar e desnutrição, especialmente de crianças e idosos. Além do envio de alimentos e água potável, são feitos atendimentos de saúde aos cidadãos acometidos por doenças.

O Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento à Desassistência Sanitária das Populações em Território Yanomami envolve os Ministério Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), da Saúde, dos Povos Indígenas, da Defesa, da Justiça e Segurança Pública e de Gestão e Inovação em Serviços Públicos. Além disso, foi declarada Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional diante da necessidade de ação urgente frente à crise enfrentada pelas populações da região.

]]>
Via: Brasil61

Total
0
Shares
Anterior
IMPOSTO DE RENDA: Receita paga mais de R$ 368 mil em restituições na próxima terça-feira (31)

IMPOSTO DE RENDA: Receita paga mais de R$ 368 mil em restituições na próxima terça-feira (31)

A Receita Federal vai restituir um total de R$ 368

Próximo
Em bate-papo on-line, Defesa Civil Nacional debate estoques estratégicos para assistência humanitária

Em bate-papo on-line, Defesa Civil Nacional debate estoques estratégicos para assistência humanitária

O Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR) promoveu, nesta

Veja também