Inteligência Artificial transforma setor de seguros

Gerente de Sinistro de Automóvel da Porto Seguro, Marcelo Daparé apresenta insights sobre uso da tecnologia na indústria seguradora

A incorporação da Inteligência Artificial (IA) no mercado de seguros tem gerado transformações significativas, com impactos diretos na eficiência operacional e na satisfação do cliente. Marcelo Daparé, Gerente de Sinistro de Automóvel da Porto Seguro, compartilhou com o Universo do Seguro sua visão sobre os avanços e desafios dessa integração.

Desde 1995, a Porto Seguro já utilizava a IA em processos diversos. Marcelo Daparé detalha os avanços mais recentes: “Na frente de sinistro, o uso da IA com imagens já resulta em 67% de redução no tempo final de orçamento de reparo, 87% do tempo de liberação de carro reserva e reduz de 48h para 24h o prazo para retorno de vistoria em casos de colisão”. E a inovação não para por aí. Em relação à vistoria prévia, “64% já são digitais com o auxílio de IA”, ressaltou Daparé.

Sobre a possibilidade de estender essa tecnologia para outras áreas da empresa, o executivo esclareceu: “De forma geral, a Porto já utiliza I.A de maneira corporativa. A solução de IA para o processo de sinistro, por exemplo, foi desenhada para que outros produtos se beneficiem”.

No que diz respeito ao cenário interno da empresa, Marcelo Daparé pontuou: “A I.A não é uma novidade na Porto. Essa tecnologia auxilia na oferta de produtos, precificação e propensão de clientes, além de otimizar processos internos”.

Além das transformações operacionais, a adoção da IA no mercado de seguros tem reflexos positivos em termos de negócios. Marcelo Daparé comentou sobre o impacto: “A redução nos prazos de atendimento ao cliente e otimização do processo de contratação resultam na melhora da experiência e satisfação, impactando positivamente nos negócios e manutenção da carteira”.

No entanto, a evolução tecnológica não está livre de desafios éticos. Por isso, Daparé destacou a postura responsável da Porto Seguro: “Estamos atentos e preocupados com as questões éticas que envolvem o uso da I.A.”.

Os insights de Marcelo Daparé evidenciam que, à medida que a IA se integra ao setor de seguros, é essencial equilibrar inovação com responsabilidade ética para oferecer soluções que beneficiem tanto os negócios quanto a sociedade.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prev
Plano de Negócios impulsiona desenvolvimento de Corretores de Seguros
Arley Boullosa, fundador da Kuantta Consultoria / Divulgação

Plano de Negócios impulsiona desenvolvimento de Corretores de Seguros

Novo curso oferecido pela Kuantta Consultoria auxilia profissionais da

Next
Tokio Marine amplia pacote de benefícios para o Seguro de Vida Individual

Tokio Marine amplia pacote de benefícios para o Seguro de Vida Individual

Novos benefícios contam com a assistência de qualidade através da teleorientação

You May Also Like