Grupo Bradesco Seguros

NielsenIQ |Ebit: vendas do e-commerce na Black Friday caem 23%

NielsenIQ |Ebit: vendas do e-commerce na Black Friday caem 23% / Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

No mês, desempenho acumulado é de queda de 1%, na comparação com os mesmos 25 dias de novembro de 2021

O faturamento bruto do e-commerce brasileiro na sexta-feira (25) Black Friday caiu 23% em relação a 2021. A informação foi divulgada neste sábado (26) pela NielsenIQ|Ebit, referência de mensuração e análise do comércio eletrônico no Brasil, em parceria com a Bexs Pay.

Apesar da queda na comparação entre os dias específicos da Black Friday em 2022 e 2021, na análise que considera os 25 dias de novembro dos dois anos, a queda foi de apenas 1%, o que aponta estabilidade. O resultado fortalece a tendência de que novembro se tornou um mês atrativo para compras, de forma geral.

A tese que sustenta a estabilidade nas compras online para o mês de novembro ganha ainda mais força quando se considera o cenário macroeconômico complexo pelo qual passa o Brasil. Mesmo com o desafio implicado ao poder de compra, sobretudo, na classe C e D, é possível notar resultados positivos, inclusive, com crescimento da porcentagem de pedidos, como no segmento de Alimentos e Bebidas, que visualizou alta de 13,8%, na comparação entre os 25 dias de novembro de 2022 com o mesmo período em 2021.

De acordo com o Head de e-commerce da NielsenIQ, Marcelo Osanai, há de se considerar ainda que, em 2022, o cenário pandêmico está mais distante do isolamento e fechamento de comércios físicos vividos nos anos anteriores. “Ao considerarmos que a economia brasileira vive um momento desafiador e que em 2022 as lojas offline estão de volta, em peso, para competir com o e-commerce, é interessante perceber que a queda de -1% demonstra, na verdade, estabilidade. É como se o e-commerce, por ter uma força extra, se mantenha vivo e forte na data especial”, explicou. Outro segmento que teve aumento de pedidos na mesma comparação temporal foi o de Esportes e Lazer, com alta de 8,3%.

A pesquisa mostra ainda que o grupo “Games” teve a maior alta em faturamento bruto, na comparação dos 25 dias de novembro de 2022 com o mesmo período em novembro de 2021, crescendo em  27,8%. Logo atrás vem o segmento de Eletrônicos, com 9,5%. Em seguida, Casa e Decoração, com 9%. Alimentos e Bebidas – grupo de produtos que teve impulsionamento ao longo do ano devido à mudança na postura do usuário de e-commerce em preferir utilizar plataformas online para compras de produtos de giro rápido – teve pequena queda de 3,3%, em faturamento bruto, embora o número de pedidos tenha aumentado consideravelmente.

Já quando comparados os dias específicos da Black Friday de ambos os anos, as quedas são mais significativas nos segmentos. Com a maior queda, calculada em 26,7% do faturamento bruto, ficou o grupo de Eletrônicos. Em seguida, Alimentos e Bebidas, com 22,1%; Casa e Decoração com baixa de 10,5%; e, por fim, Games, com a menor queda, em 0,7%.

Total
0
Shares
Anterior
Hub das Mulheres: visão 360º para combater abusos e a vulnerabilidade social
Hub das Mulheres: visão 360º para combater abusos e a vulnerabilidade social / Foto: Radomir Jordanovic / Pexels

Hub das Mulheres: visão 360º para combater abusos e a vulnerabilidade social

Iniciativa visa somar forças para transformar realidade feminina e social no RS

Próximo
27 de novembro, Dia Nacional de Combate ao Câncer

27 de novembro, Dia Nacional de Combate ao Câncer

Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o

Veja também