Novas regras incentivam a eleição de mulheres e negros para a Câmara dos Deputados

Pablo Alejandro/Agência Câmara

A reforma eleitoral aprovada pelo Congresso no ano passado (Emenda Constitucional 111) adotou novas regras para incentivar a eleição de mulheres e negros para a Câmara dos Deputados. A partir da próxima eleição, os votos dados a mulheres e pessoas negras contarão em dobro para a distribuição de recursos do Fundo Eleitoral entre os partidos políticos.

Na divisão dos recursos, 2% são destinados igualitariamente entre todos os partidos com estatutos registrados no TSE. Outros 35% são divididos entre os partidos que tenham pelo menos um representante na Câmara dos Deputados, na proporção do percentual de votos por eles obtidos na última eleição geral para essa Casa.

Mais 48% são fracionados entre os partidos, na proporção do número de representantes na Câmara dos Deputados, consideradas as legendas dos titulares e, por fim, 15% são divididos entre os partidos, na proporção do número de representantes no Senado Federal, também conforme as legendas dos titulares.

Artigo Original: Agência Câmara Notícias

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prev
Seguro de crédito x Carta de crédito: qual é a melhor opção para você?
Seguro de crédito x Carta de crédito: qual é a melhor opção para você? / Foto: RODNAE Productions / Pexels

Seguro de crédito x Carta de crédito: qual é a melhor opção para você?

Modalidades ampliam crédito e protegem consumidores, fornecedores e empresas dos

Next
PNAD Contínua Trimestral: desocupação cai em 22 das 27 UFs no segundo trimestre de 2022

PNAD Contínua Trimestral: desocupação cai em 22 das 27 UFs no segundo trimestre de 2022

A taxa de desocupação do país no segundo trimestre de 2022 foi de 9,3%, recuando

You May Also Like