Primeira semana no emprego: 5 passos para um início promissor

Virgilio Marques dos Santos, sócio-fundador da FM2S Educação e Consultoria/ Foto: Isaque Martins
Virgilio Marques dos Santos, sócio-fundador da FM2S Educação e Consultoria/ Foto: Isaque Martins

Confira artigo de Virgilio Marques dos Santos, sócio-fundador da FM2S Educação e Consultoria

Imagine-se na linha de partida de uma maratona chamada “carreira”. Como em qualquer grande jornada, os primeiros passos podem definir o ritmo para todo o percurso. Na minha experiência, observando e interagindo em empresas de consultoria, multinacionais e até nas universidades, percebi que certas práticas iniciais podem fazer toda a diferença. Vou compartilhar aqui 5 desses passos essenciais que têm um valor inestimável para um início promissor na sua carreira.

1- Conheça a cultura e as pessoas

A primeira coisa na sua lista deve ser absorver a cultura da empresa e conhecer seus novos colegas. Participe de reuniões de equipe, almoços informais e outras atividades sociais. Entender a cultura organizacional é essencial, pois, como observado por Edgar Henry Schein, no livro “Cultura organizacional e liderança”, a cultura influencia todos os aspectos do comportamento dos funcionários. Portanto, observe, ouça atentamente e faça perguntas pertinentes para se integrar de maneira eficaz.

Além disso, lembre-se de uma história de um jovem Warren Buffett, que passava horas lendo relatórios anuais não apenas para entender os números, mas para absorver a cultura das empresas em que investia. Em minha carreira de consultor, tinha que começar em uma empresa várias vezes ao ano e, por isso, criei métodos para essa busca, como ler o que os colaboradores falavam da empresa no Glassdoor. Quanto do “jeitão” do negócio nós pegamos ali…

2- Entenda suas responsabilidades

Busque tornar claro seu papel e responsabilidades. Converse com seu gestor para entender suas expectativas e objetivos a curto e médio prazo. Como aponta o estudo de Peter Drucker em “The Effective Executive”, compreender suas entregas é fundamental para contribuir significativamente para a organização. Defina metas claras e realistas para seus primeiros 90 dias, com marcos mensuráveis, o que pode ser um excelente indicador de seu comprometimento e capacidade de planejamento.

Eu sei, você pode pensar: será que o gestor terá tempo para isso? Não sei. Em meu caso, já tive gestores que tiveram e outros que não. Mas só de mostrar que estava preocupado com os resultados que deveria gerar para a companhia, larguei na frente. Portanto, tente. No pior dos cenários, você deixará alguém reflexivo por não ter se dedicado a preparar seu time.

3- Domine as ferramentas e processos

Familiarize-se com as ferramentas e sistemas internos. Seja proativo em solicitar treinamentos e acessos necessários. Segundo a Teoria da Aprendizagem Social, de Albert Bandura, a observação e a modelagem são formas poderosas de aprender em um novo ambiente. Portanto, não hesite em pedir ajuda ou buscar um mentor que possa orientá-lo durante esse período de adaptação.

Leia aquela lista de termos utilizados na empresa. Se não tiver, anote todas as siglas que ouvir em seu caderno e pergunte ao seu mentor ou gestor, quando puder. Me lembro até hoje de algumas: O/T, Siebel 7, Personas, RPS, APO, e por aí segue.

4- Estabeleça uma comunicação eficiente

A comunicação é a chave para o sucesso em qualquer função. Faça questão de se apresentar a todos os membros-chave da organização e busque entender como sua função se interconecta com os diferentes departamentos. Como apontado por Stephen Robbins, Timothy Judge e Filipe Sobral, em “Comportamento organizacional: teoria e prática no contexto brasileiro”, a comunicação eficaz pode aumentar significativamente a produtividade e a satisfação no trabalho. Portanto, mantenha suas interações profissionais claras e concisas.

Veja também quais os “fóruns” corretos para cada tipo de assunto. Há organizações que costumam discutir projetos no almoço. Outras preferem reuniões formais, com o uso de Power Point. Algumas, mais informais: basta se levantar e ir até a sala da liderança que tudo se resolverá num bate-papo. Estude como funciona na sua e se prepare.

5- Solicite feedback e seja proativo

Ao final da primeira semana, solicite um feedback do seu gestor. Isso demonstra sua disposição para aprender e melhorar. Como sugerido por Marcus Buckingham e Curt Coffman, em “Primeiro quebre todas as regras”, feedbacks regulares são cruciais para o desenvolvimento profissional contínuo. Além disso, seja proativo na identificação e na solução de pequenos problemas. Isso mostra a sua capacidade de iniciativa e desejo de contribuir para o sucesso da equipe desde o início.

Cometi esse erro em minha experiência como gestor. Não solicitei o feedback ao final da primeira semana. Esse só veio mais de um mês depois e, ainda, puxado pela liderança. Na reunião, identifiquei várias práticas que havia trazido do meu último trabalho e que lá não eram apreciadas. Se soubesse na primeira semana, teria evitado aborrecimento e gafes.

Sua primeira semana de emprego é uma oportunidade única para estabelecer um forte alicerce para o seu futuro na empresa. Seguindo esses 5 passos, você não apenas sobreviverá, mas certamente prosperará, construindo uma carreira sólida e respeitada. Bem-vindo a bordo e boa sorte!

Virgilio Marques dos Santos é um dos fundadores da FM2S, doutor, mestre e graduado em Engenharia Mecânica pela Unicamp e Master Black Belt pela mesma Universidade. Foi professor dos cursos de Black Belt, Green Belt e especialização em Gestão e Estratégia de Empresas da Unicamp, assim como de outras universidades e cursos de pós-graduação. Atuou como gerente de processos e melhoria em empresa de bebidas e foi um dos idealizadores do Desafio Unicamp de Inovação Tecnológica.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
Preços de órteses, próteses e materiais especiais sobem 1,7% em 2023
Maiores altas no ano envolveram sistema musculoesquelético e articulações (+4,46%), cabeça e pescoço (+2,54%)/ Foto: Freepik

Preços de órteses, próteses e materiais especiais sobem 1,7% em 2023

 Maiores altas no ano envolveram sistema musculoesquelético e articulações

Próximo
Tecnologia como aliada da saúde: soluções engajam e melhoram a experiência dos pacientes
Tecnologia como aliada da saúde: soluções engajam e melhoram a experiência dos pacientes/ Foto: Freepik

Tecnologia como aliada da saúde: soluções engajam e melhoram a experiência dos pacientes

Longo tempo de espera e dificuldades no agendamento de consultas são alguns

Veja também