Projeto suspende norma do Contran sobre requisitos para pneus de veículos

Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados
Deputada Alê Silva discursa no Plenário da Câmara
Deputada Alê Silva, autora do projeto

O Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 113/22 suspende a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que disciplina a fabricação e o uso de pneus em veículos. Entre outros pontos, a norma proíbe o uso de pneus reformados em motos e obriga a colocação de indicador de desgaste em pneus novos ou reformados.

A Resolução 913/22 entrou em vigor em março. A suspensão dela é pedida pela deputada Alê Silva (Republicanos-MG). Ela afirma que o Contran invadiu competência do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), órgão que estabelece os padrões de produtos, insumos e serviços.

Alê Silva disse ainda que uma portaria do Inmetro, do ano passado, já definiu os requisitos de avaliação da conformidade para reforma de pneus.

“Logo, não haveria, ainda, a possibilidade de se argumentar, em favor do ato do Contran, em razão de lacuna regulamentar ou omissão do órgão regulamentador. Trata-se de usurpação de competência”, argumentou a parlamentar.

Tramitação
O projeto será analisado inicialmente nas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). Em seguida, o texto será votado no Plenário da Câmara.

Artigo Original: Agência Câmara Notícias

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prev
Projeto determina que SUS preste atendimento integral para reconstrução de lábio leporino

Projeto determina que SUS preste atendimento integral para reconstrução de lábio leporino

Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados Segundo Ossesio Silva, hoje a cobertura não é

Next
STJ sedia lançamento de livros sobre direito à informação e sobre desafios para uma sociedade inclusiva
Universo do Seguro

STJ sedia lançamento de livros sobre direito à informação e sobre desafios para uma sociedade inclusiva

​O Espaço Cultural do Superior Tribunal de Justiça (STJ) promoverá, no dia 16 de

You May Also Like