Seguro Agricola teve crescimento em indenizações em 2022; Expectativa para 2023 ainda é incerta

Seguro Agricola teve crescimento em indenizações em 2022; Expectativa para 2023 ainda é incerta / Foto: Tom Fisk / Pexels
Foto: Tom Fisk / Pexels

Cultura do seguro está cada vez mais disseminada entre os produtores rurais

O Seguro Agricola é responsável pela cobertura de danos as lavouras decorrentes de fenômenos naturais. No primeiro semestre de 2022, o valor das indenizações do Seguro Agricola no Brasil girou em torno de R$ 7,7 bilhões, em média — índice 352% superior à quantia paga no mesmo período de 2021, que foi de R$ 1,7 bilhão. Esse cenário foi provocado pelas condições climáticas desfavoráveis principalmente nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e parte do Estado de São Paulo, marcados pelo excesso de chuva no Norte e pela seca no Sul do País. Em outras palavras, o seguro teve papel fundamental na manutenção da atividade agrícola do país, salvando o negócio de muitos produtores rurais.

O que esperar do Seguro Agro no Brasil daqui para frente?

A cultura do seguro, que vem sendo cada vez mais disseminada entre os produtores rurais, é uma salvaguarda essencial para proteger o setor contra prejuízos financeiros. Especialistas afirmam que o Seguro Rural tem sido um dos que mais cresceram no país nos últimos anos, e a expectativa das seguradoras é que este segmento continue sendo um dos mais procurados, mesmo com as dificuldades que o mercado segurador vem enfrentando nos últimos ciclos devido à alta sinistralidade. Para os próximos anos, teremos um desafio muito grande, pois o mercado ressegurador está desidratando as capacidades técnicas de atendimento, ficando o mercado segurador com menores quantias de atendimento, podendo ter um crescimento tímido ou até mesmo uma retração frente a 2022.

Grande parte do número de apólices se concentra em lavouras de grãos, uma vez que o Brasil é um dos países que mais produzem Soja e Milho. O milho é a segunda maior cultura agrícola, ficando atrás apenas da soja. De acordo com o Diretor de Agronegócios da MDS Brasil, Danilo Rosa, “a expectativa é que em 2023 continuemos atendendo a nossa base de clientes produtores rurais que atualmente são mais 7 mil segurados nesse setor de grãos para as safras de inverno, segunda safra e safra de verão, nosso objetivo é dar prioridade a nossa carteira de clientes e buscar a capilarização de nossos negócios entre as mais diversas regiões do país, bem como, a diversificação de produtos e culturas”.

“A tendência para os próximos anos, se levarmos em consideração o resultado dos anos anteriores é de mudanças no setor, teremos um mercado cada vez mais exigente, focando em operações que possam trazer a diluição de seus riscos, seguindo essa linha, a TOVESE uma empresa do grupo MDS está cada dia mais atenta a essas movimentações buscando se posicionar conforme as necessidades de seus clientes produtores rurais e seus parceiros de negócios seguradoras”, finaliza.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prev
Conheça o Garantia Fast Claim: o novo Seguro Performance para PMEs
Felippe Atrachan, country manager da AVLA no Brasil / Foto: Divulgação

Conheça o Garantia Fast Claim: o novo Seguro Performance para PMEs

Apólice terá uma regulação de sinistro altamente rápida para reconquistar a

Next
BTG Pactual reabre captação para o Trópico Cash Plus FIM por uma semana
BTG Pactual reabre captação para o Trópico Cash Plus FIM por uma semana / Foto: Burak The Weekender / Pexels

BTG Pactual reabre captação para o Trópico Cash Plus FIM por uma semana

Desde setembro de 2022, quando foi lançado, o Fundo acumula uma rentabilidade de

You May Also Like