Serviços de iluminação pública de Nova Lima (MG) são concedidos à iniciativa privada

Os serviços de iluminação pública de Nova Lima, cidade da região metropolitana de Belo Horizonte (MG), foram concedidos à iniciativa privada nesta sexta-feira (4), após leilão realizado na B3, em São Paulo (SP). O Consórcio Smart Lux Nova Lima fez a oferta vencedora de contraprestação mensal de cerca de R$ 281 mil, que representa deságio de 56,19% em relação ao valor proposto no edital. Cinco empresas apresentaram propostas.

A PPP será válida por 13 anos, com previsão de R$ 58 milhões em investimentos para melhoria dos serviços. O empreendimento vai beneficiar cerca de 95 mil pessoas e deverá promover melhoras na operação e modernização de cerca de 20 mil pontos de luz. Oito novos pontos de iluminação serão instalados na cidade mineira.

“É um projeto muito importante. Além da segurança que vai proporcionar à população de Nova Lima em relação à qualidade e desempenho, com equipamentos de última geração, custará 50% a menos para a prefeitura”, destacou o coordenador-geral de apoio aos entes subnacionais (CGAES) da Secretaria de Fomento e Parcerias com o Setor Privado do MDR, Denilson Campello dos Santos, que acompanhou o leilão na B3.

O projeto contempla serviços de iluminação pública, incluindo a instalação, melhoramento, desenvolvimento, modernização, expansão, eficientização energética, operação e manutenção da rede municipal Entre as ações previstas, estão as trocas de lâmpadas de tecnologias obsoletas por lâmpadas de LED e a implantação da telegestão em todas as vias de acesso rápido da cidade, permitindo o controle remoto dos pontos.

“É um importante passo para o município de Nova Lima. Uma nova forma para encontramos soluções para os grandes e complexos desafios de infraestrutura que temos. Queremos que toda a nossa população tenha respostas rápidas e prontidão às demandas cotidianas, com lâmpadas que trazem mais segurança e tecnologia, promovendo a sustentabilidade”, afirmou o prefeito de Nova Lima, João Marcelo Dieguez Pereira.

A proposta da PPP foi financiada com recursos do Governo do Japão e estruturada em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a CAIXA e contou com apoio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), pasta responsável pelas políticas públicas de iluminação e urbana, além da Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (SPPI) do Ministério da Economia.

]]>Via: Brasil61

Total
0
Shares
Anterior
Defesa Civil Nacional alerta para tempestades no Sul, Sudeste e Centro-Oeste do País

Defesa Civil Nacional alerta para tempestades no Sul, Sudeste e Centro-Oeste do País

A Defesa Civil Nacional alerta para tempestades no Sul do Brasil e parte das

Próximo
Auditoria das urnas eletrônicas não identifica fraude, Copa do Mundo aquece o comércio, Cop27 e o adeus a Gal Costa

Auditoria das urnas eletrônicas não identifica fraude, Copa do Mundo aquece o comércio, Cop27 e o adeus a Gal Costa

No episódio desta semana (11), o podcast Giro Brasil 61 fala sobre Gal Gosta,

Veja também