Valores a Receber: 5 dicas para poupar o dinheiro esquecido e investir a longo prazo

Valores a Receber: 5 dicas para poupar o dinheiro esquecido e investir a longo prazo / Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

BC libera consulta de valores a receber de instituições financeiras; Especialista em finanças mostra como poupar e definir prioridades

Cerca de R$ 6 bilhões para aproximadamente 38 milhões de pessoas físicas e 2 milhões para pessoas jurídicas estão parados em bancos e instituições financeiras de todo o país, esperando serem sacados. Esse dinheiro pertence a clientes, mas muitas pessoas ou empresas nem sequer sabem que possuem esses recursos. E já pode ser consultado no Banco Central para qualquer cidadão verificar possíveis valores a receber de instituições financeiras. O serviço é disponibilizado por um site exclusivo para as consultas ao Sistema Valores a Receber.

Segundo Thaíne Clemente, Executiva de Estratégias e Operações da Simplic, é necessário que os brasileiros mudem os seus hábitos de consumo e aproveitem esse dinheiro para poupar ou fazer investimentos essenciais. “É um momento de se reorganizar e definir as prioridades, gastando o menos possível, ou seja, usar o dinheiro apenas para as necessidades reais, e poupar o que sobrar para investir com segurança. O mais importante é se atentar para não entrar no vermelho”, comenta. Pensando nisso, a executiva elencou algumas dicas de como poupar dinheiro e começar a investir.

Defina um objetivo ou tenha um bom motivo

É preciso estabelecer o motivo pelo qual está poupando o dinheiro, e, entender que poupar, como a própria palavra diz, é abrir mão de certos “luxos”, para poder guardar um dinheiro a mais que sobra na conta no final do mês, como possível garantia de conforto para um futuro breve. Seu objetivo pode ser comprar um carro, uma casa, fazer uma viagem ou simplesmente guardar pensando em uma garantia no futuro caso perca um emprego, etc.

Ter conhecimento do quanto gasta fixo todo mês

Ao dar início no mês, já coloque na ponta do lápis quais são os gastos cruciais mensais, já calcule também o quanto pode usar em 4 semanas para “luxo” e saídas, e, já tire da conta o que sobrar para poupar e não ter risco de usar. Além disso, com essas contas, é possível também analisar se consegue cortar alguns desses gastos ou adiá-los.

Defina um valor mensal para poupar

Depois de fazer as contas fixas, é possível estabelecer um valor mensal para retirar e, se possível, investir. Não importa se for apenas 50 reais, o importante é se educar para poupar impreterivelmente todo mês. E claro, se for possível colocar em determinado mês além do estabelecido, melhor ainda. O que não pode deixar acontecer, é não colocar ou colocar menos do “combinado”.

Faça um investimento

Guardar dinheiro na gaveta ou na poupança não é um ato recomendável, pois o rendimento é muito pequeno. Porém, já é melhor do que não guardar nada. O recomendado é fazer um investimento no mercado, mas, para isso, vale avaliar qual seu perfil de investidor com um profissional da área, que irá te instruir sobre investimentos seguros e acessíveis. A ideia é já tirar o dinheiro da conta assim que receber o salário ou a renda mensal e colocar nesses canais.

Não crie novas dívidas e evite cartões de crédito

É importante se policiar para não precisar incluir um novo gasto mensal desnecessário que coloque em risco o dinheiro do investimento estabelecido, ou, ainda pior, fazer com que se torne uma dúvida. Além disso, não ter em mãos o cartão de crédito como opção, assim não se perde o controle daqueles gastos mensais. A ideia é já no início do mês separar o dinheiro para cada data, conta ou “evento” e manter esse compromisso com você mesmo.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prev
Grupo Bradesco Seguros marca presença no 12° Encontro Estadual Feminino do Rio Grande do Sul
Grupo Bradesco Seguros marca presença no 12° Encontro Estadual Feminino do Rio Grande do Sul / Divulgação

Grupo Bradesco Seguros marca presença no 12° Encontro Estadual Feminino do Rio Grande do Sul

Seguradora foi uma das patrocinadoras do evento, que reuniu líderes e

Next
Rogério Vergara: primeiro atuário a ser Presidente da ANSP
Rogério Vergara, Presidente da ANSP / Reprodução

Rogério Vergara: primeiro atuário a ser Presidente da ANSP

Decisão foi tomada em Assembleia Geral, na sexta-feira (24 de março)

You May Also Like