Varejo cai 5,0% na Páscoa, segundo a Cielo

Foto: Clark Street Mercantile / Unsplash Images
Foto: Clark Street Mercantile / Unsplash Images

Comemoração da data no fim do mês pode ter colaborado para o resultado negativo; Exceção são chocolaterias, onde as vendas subiram 3,8%

As vendas no Varejo durante a Páscoa caíram 5,0% em comparação com o feriado em 2023, de acordo com o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA). A análise compara as vendas realizadas entre os dias 25 e 31 de março de 2024 com os dias 3 a 9 de abril do ano passado.

O setor de Supermercados e Hipermercados, por exemplo, teve queda de 3,9% no faturamento. De acordo com o vice-presidente de Tecnologia e Negócios da Cielo, Carlos Alves, a comemoração da data no fim do mês pode ter colaborado para o resultado negativo do Varejo. “No ano passado, a Páscoa caiu no início do mês, período em que o comércio está mais aquecido por causa dos depósitos dos salários”, afirma.

Mesmo assim, a Páscoa este ano teve um destaque: o setor de chocolaterias cresceu 3,8%. Os estabelecimentos localizados em shoppings tiveram alta de 4,0% no faturamento, enquanto as chocolaterias de rua cresceram 3,7%.

Regiões

Todas as regiões brasileiras apresentaram retração em relação ao ano passado: Nordeste (-3,5%), Norte (-3,9%), Sudeste (-5,5%), Sul (-5,9%) e Centro-Oeste (-8,5%).

Em relação aos estados, as maiores retrações foram no Paraná (-8,8%) e em Goiás (-8,5%). As menores retrações foram no Ceará (-2,1%) e Rio de Janeiro (-2,5%). Nenhum estado teve alta no faturamento em relação a 2023.

Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA)

O Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) acompanha mensalmente a evolução do varejo brasileiro, de acordo com as vendas realizadas em 18 setores mapeados pela Cielo, desde pequenos lojistas a grandes varejistas. Eles respondem por cerca de 870 mil varejistas credenciados à companhia. O peso de cada setor no resultado geral do indicador é definido pelo seu desempenho no mês.

O ICVA foi desenvolvido pela área de Business Analytics da Cielo com o objetivo de oferecer mensalmente uma fotografia do comércio varejista do país a partir de informações reais.

Como é Calculado

A unidade de Business Analytics da Cielo desenvolveu modelos matemáticos e estatísticos que foram aplicados à base da companhia com o objetivo de isolar os efeitos do comportamento competitivo do mercado de credenciamento – como a variação de market share – e os da substituição de cheque e dinheiro no consumo. Dessa forma, o indicador não reflete somente a atividade do comércio pelo movimento com cartões, mas, sim, a real dinâmica de consumo no ponto de venda.

Esse índice não é de forma alguma a prévia dos resultados da Cielo, que é impactado por uma série de outras alavancas, tanto de receitas quanto de custos e despesas.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prev
Na semana da Páscoa, atividade do comércio tem alta de 2,9%, mostra Serasa Experian
Foto: Amirali Mirhashemian / Unsplash Images

Na semana da Páscoa, atividade do comércio tem alta de 2,9%, mostra Serasa Experian

Final de semana do feriado também registrou número positivo (2,7%)

Next
MAG Seguros tem índice de excelência na avaliação de corretores e se mantém em zona de qualidade entre seus clientes
Foto: Cytonn Photography / Unsplash Images

MAG Seguros tem índice de excelência na avaliação de corretores e se mantém em zona de qualidade entre seus clientes

Seguradora recebeu NPS de 85 na avaliação de seus parceiros, além de manter a

You May Also Like