Armando Vergílio confirma 23º Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros entre 10 e 12 de outubro de 2024, no Rio

Armando Vergilio, presidente da Fenacor / Foto: Divulgação
Armando Vergilio, presidente da Fenacor / Foto: Divulgação

Presidente da Fenacor aponta que Corretores são responsáveis por 90% da distribuição de seguros no Brasil

Durante evento no Rio de Janeiro, o presidente da Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor), Armando Vergílio, confirmou a realização do 23º Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros – entre os dias 10 e 12 de outubro de 2024 – na cidade maravilhosa.

Em discurso, Vergílio enfatizou “os 133 mil corretores de seguros, que respondem por 90% da distribuição de seguros no Brasil”.

Debates sobre o setor de seguros

O presidente da Fenacor também citou outros eventos relevantes para o setor. “Nos próximos dias estaremos discutindo e debatendo intensamente o setor de seguros também no CONEC, de 5 a 7 de outubro, em São Paulo”. E chamou a atenção para a “4ª edição do maior e melhor evento digital de treinamento e capacitação para corretores, o Conexão Futuro Seguro, no dia 10 de outubro”.

Vergílio traçou um panorama do mercado de seguros no Brasil com uma visão que ele definiu como “realisticamente otimista”, apontando que, mesmo sendo o líder na produção de seguros na América Latina, o Brasil vive uma fase de estagnação há quatro anos. “A média da participação do setor de seguros no PIB dos países membros da OCDE é de 10%, quase 3 vezes maior que a do Brasil”, lamentou.

Plano de Desenvolvimento do Mercado de Seguros (PDMS)

No entanto, mostrando esperança no futuro, o presidente da Fenacor revelou iniciativas como o Plano de Desenvolvimento do Mercado de Seguros (PDMS), com o objetivo de alcançar “10% do PIB até 2030”. Segundo Armando Vergílio, “nós podemos, sim, e deveremos praticamente dobrar de tamanho nos próximos 7, 8 anos”.

Otimista, o presidente da Fenacor citou dados econômicos em melhoria, como a “Taxa de Desemprego de 7,9% em julho (e caindo)” e projetou crescimento impulsionado por “vigorosos programas governamentais de desenvolvimento, como o novo PAC e Neoindustrialização”.

Formação de corretores

Vergílio não deixou de destacar a importância da Escola de Negócios e Seguros (ENS), ressaltando que ela “forma e habilita mais de 5 mil novos corretores por ano e está continuamente preparando, qualificando, treinando e atualizando essa força de vendas”.

Em uma das partes mais marcantes de seu discurso, o líder da Federação afirmou: “O corretor de seguros conhece bem o cliente e sabe o que ele precisa. Uma empresa corretora de seguros é especializada em clientes. O Corretor é especializado em amparar e proteger as pessoas e as suas conquistas”.

A realização do 23º Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros no Rio certamente será um marco para o setor, trazendo debates e reflexões fundamentais para o crescimento e desenvolvimento do mercado de seguros no Brasil.

*Com informações de Jorge Clapp.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prev
SulAmérica lança Direto Nacional em Salvador
Equipe SulAmérica reunida na capital baiana para apresentar o Direto Nacional / Foto: Divulgação

SulAmérica lança Direto Nacional em Salvador

Novo Plano de Saúde conta com o melhores hospitais e laboratórios da região e

Next
HDI Seguros anuncia parceria com a Tembici, empresa de mobilidade urbana que atua em Curitiba, no Paraná
HDI Seguros anuncia parceria com a Tembici, empresa de mobilidade urbana que atua em Curitiba, no Paraná / Foto: Divulgação

HDI Seguros anuncia parceria com a Tembici, empresa de mobilidade urbana que atua em Curitiba, no Paraná

Clientes da seguradora poderão contar com desconto na contratação de pacotes

You May Also Like