CongreNorte potencializa qualificação e relacionamentos do mercado de seguros na região Norte

CongreNorte potencializa qualificação e relacionamentos do mercado de seguros na região Norte / Foto: Divulgação
CongreNorte potencializa qualificação e relacionamentos do mercado de seguros na região Norte / Foto: Divulgação

Mais de 800 profissionais da região e de todo o país estiveram reunidos na última semana em Manaus

O Congresso Norte de Corretores de Seguros – CongreNorte – reuniu na última semana, dias 28 e 29 de junho, mais de 800 profissionais da região e de todo o país. O evento idealizado e realizado pelos sindicatos de corretores de seguros da Região Norte, este ano aconteceu em Manaus, tendo o Sincor Amazonas-Roraima como anfitrião.

“Nosso objetivo é o de promover o melhor networking possível e ajudar os corretores de seguros, principalmente os da região Norte, a se desenvolverem cada vez mais, fazendo com que evoluam profissionalmente e cresçam seus negócios, aproveitando todas as oportunidades que a região possui e de forma sustentável”, declarou o presidente do Sincor AM/RR, Erico Parente, na abertura do evento. Ele esteve acompanhado dos colegas: Jair Conceição, presidente do Sincor Tocantins; Margarete Braga, presidente do Sincor Pará; e Tiago Sarturi, presidente do Sincor Rondônia e Acre.

Erico Parente destacou a importância dos eventos e cursos de qualificação para desenvolver ainda mais o mercado de seguros na região Norte. “No Estado do Amazonas, temos 512 profissionais habilitados e apenas 370 empresas corretoras de seguros, para uma população de 3.941.175 habitantes, segundo o último Censo. O Estado do Pará, por exemplo, tem 410 empresas corretoras de seguros para uma população de 8.116.132 habitantes. O total de corretoras de seguros para toda a região Norte é de apenas 1.198 empresas. São milhares as cidades mais afastadas dos centros onde existe demanda por produtos de seguros, e os consumidores acabam sem ter acesso às oportunidades que o mercado segurador oferece principalmente por falta de conhecimento e orientação, trabalho que deve ser realizado por um corretor habilitado. Para aqueles que já têm a habilitação, a formação deve ser constante também para se manterem fortes e atuantes”.

O presidente da Fenacor, Armando Vergílio, ressaltou a importância de levar qualificação ao corretor, que é o grande distribuidor de seguros no Brasil. “90% de todos os contratos de seguros são feitos pelas mãos dos corretores. Somos hoje mais de 130 mil profissionais em todo o país, um pouco menos de 3 mil na região Norte. Essas 58 mil corretoras em atividade no Brasil empregam milhares de pessoas, a maioria está na ponta, nas vendas, por isso a qualificação é objeto de preocupação e de foco do setor”, disse.

Vergílio explicou o sucesso do corretor de seguros no mercado. “O corretor é um assessor, um consultor, outros países ficam encantados com nosso modelo de distribuição no Brasil, em que o distribuidor não custa nada para a seguradora, faz a prospecção do negócio, boa parte da subscrição, gestão do risco, e com parte do que a seguradora recebe do cliente ela vai remunerar. E não para aí, tem durante toda a vigência da apólice um trabalho de assessoramento ao cliente. É o melhor cobrador de parcelas em atraso da seguradora. E na hora do sinistro, é mais ‘sinistro’ para nós corretores do que para qualquer um, porque estamos sempre a postos, o corretor não deixa faltar proteção, amparo, atende o segurado”, defendeu.

Com esse perfil, o corretor não pode deixar de investir em tecnologia, precisa estar contextualizado com o tempo presente, com as ferramentas tecnológicas, “que não são ameaça, mas grande aliada do corretor de seguros”. “As insurtechs que não incluíram o corretor deram com os burros n’água, porque quem quer o corretor é o consumidor. Precisamos proteger as pessoas e as suas conquistas, entender que é uma responsabilidade muito grande, para que possamos cumprir nossa missão com qualificação, não deixar nunca de se se atualizar. Com tecnologia e aperfeiçoamento o corretor de seguros continuará sendo relevante na região Norte e em qualquer outra do país”.

Abertura do CongreNorte 2023 / Foto: Divulgação
Abertura do CongreNorte 2023 / Foto: Divulgação

Qualificação em diversas frentes

O CongreNorte contou com palestrantes especialistas nas áreas de empreendedorismo, sustentabilidade e bem-estar, que trouxeram valiosas informações para o desenvolvimento pessoal e profissional dos corretores de seguros.

O primeiro painel, “Corretor de seguros: o que estamos plantando hoje garantirá bons frutos no futuro?”, apresentado por Erico Parente (Sincor-AM/RR), teve como palestrantes Armando Vergílio (Fenacor); Maria Helena Monteiro (ENS); e Ronaldo Dalcin (Sindseg Norte/Nordeste), e ofereceu insights valiosos sobre o futuro do setor de seguros e as estratégias para garantir um futuro melhor.

A palestra “Empreender para crescer com sustentabilidade e bem-estar”, apresentada por Bruna Garcia, fundadora da MegaLuzz Negócios, foi ideal para quem tem interesse em descobrir como construir negócios sustentáveis e prósperos, trazendo dicas valiosas para todos os empreendedores presentes.

O painel “Diversificando a carteira com consórcios”, apresentado por Amândio Martins (corretor de seguros especialista), e com os palestrantes Dan Silva (Prefiro Consórcio), Wagner Vilas Boas (Bancorbrás), e Rafael Boldo (Porto Bank), foi bastante dinâmico, e atraiu quem tem curiosidade em explorar as oportunidades e os benefícios de diversificar a carteira com consórcios.

A palestra “Seguro de vida: os segredos para aumentar o nível de consciência do cliente e vender mais”, trouxe estratégias para elevar o patamar de conscientização dos clientes e impulsionar as vendas nesse segmento tão importante. A palestrante Simone Magalhães ajudou os corretores de seguros a entenderem a importância desse produto, seus benefícios e como comunicar seu valor de forma eficaz aos clientes.

No painel “A Trilha das Oportunidades na Região Norte” participaram os executivos locais de seguradoras, Marcos Silva (Porto), Cefas Paiva Rodrigues, (Tokio Marine) e Emerson Passos (Liberty), sob mediação de Erico Parente, do Sincor AM/RR.

Já o painel “Empreendendo e vencendo no mercado de seguros” trouxe histórias de sucesso dos corretores Elizeu Dias (TudoSeguro Corretora de Seguros), Luis Claudio (Maruaga Corretora de Seguros), Mauro Gonçalves (B10 Corretores de Seguros Associados), e Lesley Arruda (Lesley Corretora de Seguros), na mediação do jornalista William Anthony (Universo do Seguro).

Houve ainda painéis simultâneos. O público pôde escolher entre o painel “Riscos Empresariais: um polo de oportunidades”, com palestras de Marcelo Pereira (economista), Elias Brasilino (corretor de seguros), e Paulo César Souza (Bradesco), além da mediação de Luiz André (Fenacor); e o painel “Quem é tech vende mais?”, com os palestrantes Emir Zanatto (TEx), Etienne Gonçalves (Liberty), Marcos Villa (Segfy), e o mediador Tiago Sarturi (Sincor RO/AC).

Também aconteceram simultaneamente os painéis “Corretor, o Norte na distribuição de seguros”, com Hamilton Sobrinho (Mapfre), Ruberval Quirino (corretor), e José Luiz Fontes (Bradesco), além de mediação de Rogério Araújo (TGL Consultoria); e “Crescendo com sustentabilidade no Seguro Auto”, com Regis Melo (MaxPar/Autoglass), Mauro Gonçalves (B10 Corretora de Seguros), Saulo Gabriel (Allianz), e mediação de José Cristóvão Martins (Sincor-MT).

O público escolheu entre o painel “A rota do seguro de transporte de cargas na região Norte”, com Rogério Bruch (Grupo Fetra), Ernesto Vasconcelos (Arte Real), Denis Castanho (Allianz), e mediação de José Luiz (Sincor-RO/AC); e o painel “Saúde, Odonto e a geração de novos negócios com PMEs”, com Pablo Guimaraes (Bradesco Saúde), Tania Moreira (Samel), e Darcley Moreno (DM Assessoria), e mediação de Margarete Braga (Sincor-PA).

E pôde escolher entre o painel “Explorando Oportunidades no Seguro de Vida”, com Fabio Lessa (Capemisa), Rogério Araújo (TGL Consultoria), Alexandre Vicente (Liberty Seguros), e mediação de Simone Magalhães; e o painel “Seguro RC para Profissionais: um nicho em crescimento”, com Felippe Barreto (ZNT Assessoria e Consultoria), Elizeu Dias (TudoSeguro Corretora de Seguros), Julio Oliveira (corretor) e mediação de Bianca Peres (Mais Proteção).

Para encerrar, palestra inspiracional do vendedor e grande nome do YouTube, Rick Chesther.

Atrações especiais

O evento contou ainda com um aguardado show cultural que fez uma celebração do folclore vibrante e das tradições da Amazônia. A apresentação de “Boi Bumbá” trouxe o renomado artista David Assayag e encantou o público com as melodias envolventes que prestam homenagem à rica herança cultural da região.

O evento ainda contou com diversas premiações, como um Samsung S23, um iPhone 13, uma Echo Show/Alexa – 8º Geração, um notebook I5, três vouchers viagem no valor de R$ 1.500 cada, duas inscrições para palestra show com Ciro Botinni (em agosto em Manaus), e duas inscrições com hospedagem para o evento CongreCor 2024 (em Brasília em abril de 2024).

Durante as tardes e noites, o público intensificou relacionamento na feira de negócios, que trouxe conteúdo e diversão e mais sorteios nos estandes das seguradoras patrocinadoras do evento: Cota Amazônia: Porto Seguros, Bradesco Seguros; Cota Tuxauá: ENS, Allianz Seguros; Cota Pajé: Capemisa Seguradora, Liberty Seguros, Tokio Marine Seguradora, Bancorbrás Consórcio e Turismo; Samel Planos de Saúde; Cota Guerreiro: Extramed. Apoio – Fenacor, Ibracor, Icatu, SindsegNNE, Anadem, Segurocast Podcast, SegFy, MAPFRE e TEx.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
Especialista analisa Projeto de Lei que cria o Marco de Garantias
Daniel Gava, CEO da Rooftop / Foto: Divulgação

Especialista analisa Projeto de Lei que cria o Marco de Garantias

Confira análise de Daniel Gava, CEO da Rooftop, sobre o Marco de Garantias

Próximo
Porto celebra 15 primaveras musicais da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais
Porto celebra 15 primaveras musicais da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais / Foto: Divulgação

Porto celebra 15 primaveras musicais da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

Ao todo, seis concertos realizados em Belo Horizonte, ao longo de 2023, contarão

Veja também