Quinzena do Seguro

Consumidores do Sul foram os que mais regularizaram dívidas inadimplentes em setembro, mostra Serasa Experian

Consumidores do Sul foram os que mais regularizaram dívidas inadimplentes em setembro, mostra Serasa Experian / Foto: Rodnae Productions / Divulgação
Consumidores do Sul foram os que mais regularizaram dívidas inadimplentes em setembro, mostra Serasa Experian / Foto: Rodnae Productions / Divulgação

Total de 61% das contas atrasadas foram pagas no período; Bancos e Cartões liderou como setor com maior parcela de pagamentos

Dados do Indicador de Recuperação de Crédito da Serasa Experian mostram que, em setembro, a média nacional de contas atrasadas quitadas pelos consumidores, em até 60 dias após a negativação, foi de 61%. E foi o Sul do país que apresentou a maior taxa de pagamento de débitos inadimplentes (61,5%), colocando a região no topo do ranking com mais quitações. Na análise dos estados, o Rio Grande do Sul ficou em primeiro lugar, com 67,2% das dívidas inadimplidas pagas, seguido por Santa Catarina (58,1%) e Paraná (57,2%). Veja as informações completas nos gráficos a seguir:

Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação

Cerca de 73,2% das dívidas com até 30 dias de vencimento foram pagas em setembro pelos consumidores. Em seguida, 67% daquelas com até 60 dias, depois as contas com 90 dias de atraso (46,3%), as com até 180 dias (35,8%) e até um ano (25,7%). Encargos inadimplentes em mais de 1 ano fecharam a lista, com 21,7%.

Na análise por valor, foram os encargos atrasados de mais de R$ 10 mil que conseguiram a melhor taxa de pagamento (69%) e aqueles com até R$ 500 vieram na sequência (63,1%). Os débitos entre R$ 500 e R$ 1 mil completam o ranking (57,2%) junto da faixa de R$ 2 mil a R$ 10 mil (55,5%) e R$ 1 mil a R$ 2 mil (54,4%).

Foi o setor de Banco e Cartões que liderou com a maior taxa de pagamentos no período (67,8%), seguido pelo de Utilities, que considera contas básicas como energia, gás e água (64,7%). Confira o levantamento completo no gráfico abaixo:

Divulgação
Divulgação

Para o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, ter a confiança dos credores é uma das razões pela qual o setor de Bancos e Cartões permanece no topo das prioridades de pagamento dos consumidores desde julho, segundo o indicador. “O segmento está se tornando modalidade crucial para os brasileiros pagarem, inclusive, suas contas básicas de consumo. Honrar com esses compromissos garante o acesso ao crédito sempre que necessário”, avalia.

Tocantins tem maior taxa de recuperação de crédito em setembro

Considerando a análise nacional por meio do recorte por Unidades Federativas (UFs), o estado do Tocantins apresentou a parcela mais expressiva de quitações de contas em atraso pelos consumidores, com 75,9% recuperadas em até 60 dias a partir de setembro. Na sequência, temos o Acre (69,7%), o Rio Grande do Sul (67,2%) e Sergipe (66,5%). No gráfico a seguir estão os dados completos, veja:

Divulgação
Divulgação

Para conferir mais informações e a série histórica do indicador, clique aqui.

Foco na educação financeira para manter o nome limpo

O Brasil bateu a marca de 69 milhões de inadimplentes e, segundo a Serasa, o caminho para combater a evolução deste número, é a educação financeira. Quanto mais cedo o brasileiro tem contato com conhecimentos sobre finanças pessoais, planejamento e controle do seu próprio dinheiro, mais distante ele pode ficar das dívidas.

A Serasa possui ofertas de renegociação começando em R$ 100 com mais de 260 empresas parceiras e oportunidades de parcelamentos em até 72x. Veja como limpar o nome em quatro passos:

  1. Acesse o site do Serasa Limpa Nome, digite o seu CPF e clique em “consultar”. Utilize a mesma senha criada para consultar seu Serasa Score. Se ainda não tiver cadastro, basta clicar em “cadastre-se grátis” e preencher os dados.
  2. Confira as suas dívidas e escolha a melhor opção de negociação para o seu bolso
  3. Siga os passos de negociação;
  4. Clique em gerar o boleto e realize o pagamento.

Metodologia

O Indicador de Recuperação de Crédito da Serasa Experian considera o número de dívidas incluídas no sistema de inadimplência em cada mês específico. A medida de até 60 dias para quitação dos compromissos financeiros deste indicador foi selecionada por refletir a régua comum utilizada pelas soluções de cobrança, mas esse tempo pode variar de acordo com cada credor. Além disso, a série histórica do índice ainda é curta, com dados retroativos desde 2017, dessa forma, não é possível afirmar períodos de sazonalidade, uma vez que seria necessário contar com no mínimo 5 anos de observação para fazer essa análise.

Total
0
Shares
Prev
Por que a gestão de churn é estratégica para sua empresa
Guilherme Wiering, Sócio-fundador da Pratika Consultoria / Divulgação

Por que a gestão de churn é estratégica para sua empresa

Confira artigo de Guilherme Wiering, Sócio-fundador da Pratika Consultoria

Next
Custos a serem considerados na formação do preço do produto de exportação
Helmuth Hofstatter, CEO da Logcomex / Divulgação

Custos a serem considerados na formação do preço do produto de exportação

Existem impostos, taxas e despesas que precisam ser observados pelo empreendedor

Veja também