Curso “Destrave o Seguro de Vida” começa na segunda-feira (30 de janeiro)

Simone Magalhães, “A Fênix do Seguro” / Divulgação
Simone Magalhães, “A Fênix do Seguro” / Divulgação

Gratuito e online, circuito de capacitação acontece entre 30 de janeiro e 02 de fevereiro, ao vivo pelo YouTube

Durante três noites, a especialista em treinamento e desenvolvimento profissional “A Fênix do Seguro”, Simone Magalhães, realiza o curso online, ao vivo e gratuito “Destrave o Seguro de Vida”. São três encontros que acontecem ao vivo no canal da própria corretora de seguros no YouTube, entre 30 de janeiro e 02 de fevereiro, a partir das 20h23. Os temas de cada noite são: Seguro de vida e Oportunidade para 2023; Ciclo de vendas é a sua roda da fortuna; Os desafios e oportunidades para um especialista em seguro de vida.

A cada noite, corretores de seguros interessados em conhecer todos os segredos na venda do seguro de vida têm a chance de ouvir de uma especialista o que fazer e como fazer. O curso gratuito revela aos participantes a forma certa de conquistar uma carteira valiosa e sólida de clientes. Como atrair e fidelizar clientes. Como potencializar sua carteira de clientes e passar a ter admiradores que recomendam o seu trabalho. Como o corretor faz uma abordagem de vendas efetiva e trata as objeções sem medo. Simone Magalhães acredita que é preciso ser proativo para transformar um prospect em um consumidor constantemente satisfeito e consciente. 

Divulgação
Divulgação

“O objetivo do curso é a formação de especialistas em seguro de vida que buscam aumentar seu faturamento e conquistar renda recorrente, e que não abrem mão de cumprir seu papel social. Irei mostrar as oportunidades que esse segmento oferece e o passo a passo para o corretor conquistar uma carteira sólida de clientes. Ainda há uma confusão de profissionais que acham que existe carteira vitalícia e procuro mostrar a real situação de que, nada do que está associado à vida de terceiros pode ser considerado vitalício para o negócio do corretor”, destaca Simone.

Divulgação
Divulgação

Com o interesse crescente dos brasileiros pelo seguro de vida, o segmento busca construir, através dos corretores, uma clientela que alcance o equilíbrio entre a personalização de soluções e a diversificação de produtos. Por isso, dados da Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor) mostram que no ano passado, no mês de outubro, o segmento Vida registrou faturamento de R$5,2 bilhões, uma alta de 22,3%. No ano, o segmento, que representa 33,8% do total arrecadado pelo setor, totaliza R$ 47,9 bilhões (mais 13,6%), sendo o produto Vida Individual (mais 24,4%) destaque. Nos 10  meses de 2022, a sinistralidade reduziu 15,6 p.p. e atingiu 31,9%, patamar semelhante ao anterior aos impactos da pandemia de Covid-19.

Divulgação
Divulgação

O público interessado em participar do evento gratuito, durante as três noites no Canal de Simone Magalhães no YouTube, a partir das 20h23, precisa fazer a inscrição através desse link: https://fenixdoseguro.com/ig_bio/jan_2023/evento

Simone Magalhães

Formada em comunicação social com especialidade em marketing, atua há 18 anos no segmento de seguro de vida, como corretora de seguros e idealizadora dos programas de desenvolvimento em vendas Tropa de Elite, Método Fênix e Carteira Fênix, baseados em sua atuação em campo e validados pelos resultados em vendas. Simone Magalhães já treinou mais de 500 corretores e profissionais da área financeira.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
Leve Saúde prevê ultrapassar a marca de 35 mil beneficiários em 2023
Ulisses Silva, CEO da Leve Saúde / Divulgação

Leve Saúde prevê ultrapassar a marca de 35 mil beneficiários em 2023

Operadora healthtech espera fechar o ano com faturamento superior a R$ 200

Próximo
Nanolearning: um jeito ágil de capacitar funcionários
Valdirene Soares Secato, Diretora de Recursos Humanos, Ouvidoria e Sustentabilidade no Grupo Bradesco Seguros / Divulgação

Nanolearning: um jeito ágil de capacitar funcionários

Modelo de capacitação via nanolearning é apresentado em artigo de Valdirene

Veja também