Demanda por seguros de automóveis cresceu 11,34% em 2023

Após período de alta, ticket médio de carros usados volta a recuar/ Foto: Unsplash
Foto: Unsplash Images

Segundo levantamento realizado pela Neurotech durante o último mês de dezembro, a procura foi maior nas regiões Norte, Centro-oeste e Sul

A demanda do mercado brasileiro de seguros de automóveis teve um crescimento de 11,34% em 2023, na comparação com o ano anterior. Quando separamos o ano 2023 por semestre, vemos que no primeiro semestre tivemos um crescimento de 12,6% e no segundo semestre crescimento de 10,1% em relação ao anterior. Os dados são do Índice Neurotech de Demanda por Seguros (INDS). O indicador mede mensalmente o comportamento e o volume das consultas na plataforma da Neurotech, empresa pioneira em soluções de inteligência artificial aplicadas a seguros e crédito.

Daniel Gusson, head comercial de Seguros da Neurotech, avalia que o crescimento da procura dentro do setor está relacionado às medidas do Governo que estimulam a compra de carros 0KM. “Esse foi um aspecto atípico de 2023 que ajudou a alavancar a procura por seguros. O aumento das vendas de veículos, sem dúvidas, impactou diretamente este mercado durante todo o ano. Para 2024, a princípio, não vemos a demanda aumentando com a mesma força, mas o cenário pode mudar caso novas medidas sejam implementadas em paralelo à recuperação econômica do País, ex. redução da taxa de juros prevista pelo Banco Central”, afirma.

Segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o número de emplacamentos em 2023 ficou 12% acima do resultado alcançado em 2022, o que reforça o impacto das vendas na procura por seguros.

Cenários regionais

Na comparação mensal, dezembro de 2023 teve uma pequena retração de 3,52% em relação a novembro. Ainda assim, houve um crescimento 3,79% na comparação com dezembro de 2022. A redução está relacionada aos feriados e a menor quantidade de dias úteis. Além disso, dezembro é um mês forte de venda de carros, o que impacta a demanda por seguros positivamente em janeiro.

Por região, o Norte do Brasil foi o grande destaque de alta em relação ao ano passado. O ranking de comparação dos últimos 12 meses ficou assim: Norte (37,90%); Centro-oeste (37,07%); Sul (15,04%), Nordeste (4,35) e Sudeste (-12,1%).

Ainda na comparação entre dezembro de 2023 e dezembro de 2022, o INDS registrou, novamente, maior procura por seguros entre condutores mais experientes. No recorte por idade, entre aqueles com 60 anos ou mais o crescimento foi de 7,95%. Já entre 40 e 59 anos, a procura aumentou 5,59%. 25 a 39 anos se manteve estagnado. A única queda foi registrada entre os jovens com idades de 18 a 25 anos: -10,26%.

Sobre o INDS

O Índice Neurotech de Demanda por Seguros (INDS) abrange o universo das principais seguradoras brasileiras e mensura o apetite do brasileiro a assegurar o seu automóvel. Nem todas as milhões de consultas mensais registradas se transformam em apólices contratadas, pois o processo depende de fatores como o perfil da pessoa que está fazendo a solicitação, o apetite ao risco da seguradora e se há ou não indícios de fraude.

Total
0
Shares
Anterior
Susep publica nomeação de dois novos diretores
Susep / Reprodução

Susep publica nomeação de dois novos diretores

Airton Renato de Almeida Filho e Júlia Normande Lins são os novos diretores da

Próximo
CAOA anuncia 2º turno de trabalho na fábrica de Anápolis (GO)
CAOA anuncia 2º turno de trabalho na fábrica de Anápolis (GO) / Foto: Divulgação

CAOA anuncia 2º turno de trabalho na fábrica de Anápolis (GO)

CAOA é uma das empresas com 100% de capital nacional que mais contratou em 2023

Veja também