Marketplaces para o agronegócio: como o comércio digital está revolucionando o setor e fortalecendo liderança do Brasil

Marketplaces para o agronegócio: como o comércio digital está revolucionando o setor e fortalecendo liderança do Brasil/ Foto: Freepik
Foto: Freepik

Além de aumentar as vendas do segmento, a estratégia tem baixo custo e permite alcançar melhor o público agrícola especializado

Assim como na maioria dos setores, o agronegócio também tem sido beneficiado pelos marketplaces. Segundo uma pesquisa realizada pela McKinsey, 71% dos agricultores usam canais digitais em sua jornada de compras, seja para comprar e vender seus produtos ou para pesquisar preços em plataformas de compras e de mensagens instantâneas.

As vendas por marketplaces são uma oportunidade para impulsionar a eficiência, a competitividade e a sustentabilidade do agronegócio, fortalecendo ainda mais o papel do Brasil como um líder global nesse setor. Os usuários têm à disposição um ambiente virtual onde os vendedores podem criar perfis próprios e listar produtos e serviços, facilitando a conexão com potenciais consumidores.

“É interessante dar aos agricultores a oportunidade de navegar pelos diferentes produtos, comparar preços, ler avaliações de outros consumidores e realizar suas compras diretamente na plataforma. Especialmente no agronegócio, que lida com maquinário pesado e de alto custo, ter à mão as revisões de outros compradores e poder contar com os detalhes de cada máquina é um grande facilitador para a escolha adequada”, afirma Matheus Pedralli, CEO da Omnik, empresa da FCamara especializada em transformar e-commerces em marketplaces escaláveis.

As vantagens de utilizar marketplaces no agronegócio são inúmeras; a seguir estão as principais, de acordo com Roberto Monfort, diretor da vertical Multisector na FCamara.

Aumento das vendas

Como esse modelo de e-commerce reúne diversos vendedores em um único site, ele é capaz de expandir a visibilidade dos produtos. Se um usuário entra no marketplace em busca de um item específico, pode se deparar com outros relacionados e de seu interesse, aumentando também a possibilidade de vendas.

Com esse alcance tão aumentado, os vendedores precisam reforçar detalhes importantes que farão a diferença àqueles que acessarem os produtos, evitando as dúvidas e as rusgas na jornada de compra. “Os preços devem estar corretos, com as descrições dos produtos e fotos adequadas. Isso proporciona clareza de informações e causa a sensação de confiança no comprador, fazendo seu negócio atrativo e à frente da concorrência acirrada”, conta Monfort.

Produtos são destinados a um público segmentado

Diferente das vendas em marketplaces generalistas, ao incluir seu produto em marketplaces agrícolas, você tem a certeza de que os visitantes estão interessados nesse nicho. Assim, os consumidores encontram os itens com mais facilidade e também podem se interessar com mais frequência pelos produtos correlatos.

Soluções de créditos facilitadas

Por meio do marketplace, é possível ofertar produtos e serviços financeiros para todo o ecossistema do agronegócio como o acesso a crédito para produção agrícola, pecuária, empréstimo pessoal, modalidades de seguros, além de oferta de produtos como máquinas e equipamentos, além da contratação da CPR (Cédula de Produto Rural) digital.

Transparência e confiança nas transações

Em comparação com as operações ao vivo, os marketplaces agro proporcionam maior transparência e confiança nas transações comerciais. “Eles, geralmente, fornecem recursos para que os compradores avaliem os produtos e os vendedores antes de finalizar a compra, permitindo que outros usuários verifiquem a reputação dos sellers e tomem suas decisões munidos de informação. Isso cria um ambiente de confiança e segurança, reduz o risco de fraudes e aumenta a satisfação dos compradores”, conclui Roberto.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
A NRF 2024 acabou, e agora?
Fernando Moulin, partner da Sponsorb/ Foto: Reprodução

A NRF 2024 acabou, e agora?

*Por Fernando Moulin, partner da Sponsorb, professor e especialista em negócios,

Próximo
Seguradora e ex-jogador Zico se unem para levantar recursos para o Instituto Ronald McDonald
Universo do Seguro

Seguradora e ex-jogador Zico se unem para levantar recursos para o Instituto Ronald McDonald

Companhia e lenda do futebol brasileiro lançam o Torcida Solidária, produto de

Veja também