Presidente em exercício, Geraldo Alckmin, presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, participam do Almoço Anual de Dirigentes de Bancos

O vice-presidente Geraldo Alckmin / Foto: Divulgação
O vice-presidente Geraldo Alckmin / Foto: Divulgação / Arquivo

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) realizará nesta sexta-feira, 01/12, a partir das 11h30, o tradicional Almoço Anual de Dirigentes de Bancos, evento que reúne os CEOS e as principais lideranças da indústria bancária do país, além de autoridades.

Inicialmente, às 12h15, Octavio de Lazari Junior, presidente do Conselho Diretor da Febraban, fará uma saudação especial aos presentes em nome do setor bancário e de seus dirigentes.

Na sequência, João Borges, diretor de Comunicação da Febraban, conduzirá um talk show com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e o presidente da Febraban, Isaac Sidney.

Também farão uma breve fala no evento o presidente da República em exercício Geraldo Alckmin, o ministro Alexandre Padilha e o secretário-executivo Dario Durigan, na condição de ministro da Fazenda interino.

O almoço será realizado no espaço de eventos do Shopping JK Iguatemi e reunirá 350 convidados. O evento é aberto à imprensa e terá transmissão ao vivo pela plataforma Febraban Tech e pelo canal YouTube da Febraban.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
Operadora de saúde reforça segurança com automação e IA no processo de reembolso
O aprendizado de máquina na perspectiva da automação industrial / Foto: Maxim Hopman / Unsplash Images

Operadora de saúde reforça segurança com automação e IA no processo de reembolso

Empresa foi pioneira na aplicação de ferramentas para proteção dos beneficiários

Próximo
Preços de órteses, próteses e materiais especiais sobe 0,29%
Preços de órteses, próteses e materiais especiais sobe 0,29%

Preços de órteses, próteses e materiais especiais sobe 0,29%

Variação de outubro volta a ter alta do Índice OPME, calculado pela Fipe em

Veja também