Previdência privada: captação líquida de planos cresce 22% até novembro, diz Fenaprevi

Previdência privada: captação líquida de planos cresce 22% até novembro, diz Fenaprevi/ Foto: Unsplash
Foto: Unsplash

O resultado é o saldo entre o valor arrecadado menos o resgatado em 2023 durante o período (JAN a NOV) sobre o mesmo período do ano anterior, que supera R$ 36 bilhões

De acordo com a Federação Nacional de Previdência Privada e Vida — Fenaprevi, o mercado de planos de previdência privada aberta continua em expansão no país. Dados do último relatório produzido pela entidade demonstram que o resultado dos depósitos realizados nesses planos, entre janeiro e novembro de 2023, totalizaram R$ 153 bilhões.

Quando descontados os resgates do mesmo período (que somaram R$ 116,9 bilhões), o resultado final é de R$ 36,1 bilhões em captação líquida, um crescimento de 22,1% em relação aos onze primeiros meses do ano passado.

Ainda sobre os totais arrecadado e resgatado, houve altas de 8,7% e de 5,1%, respectivamente. Ao mesmo tempo, os ativos em previdência privada também aumentaram e atualmente estão em R$ 1,4 trilhão, uma expansão de 13,6% em relação a novembro de 2022.

Mais de 11 milhões de pessoas possuem previdência privada

O resultado é fruto do esforço de poupança dos pouco mais de 11 milhões de pessoas no país que possuem algum tipo de plano de previdência privada aberta. Desses, 8,8 milhões estão em planos individuais, ou seja, a iniciativa partiu do próprio indivíduo.

Ao mesmo tempo, já são quase 14 milhões de planos comercializados, sendo somente 2,8 milhões deles planos coletivos, o que revela o enorme potencial de crescimento desta modalidade dado o tamanho do mercado de trabalho nacional.

Cerca de 62% dos planos comercializados são do tipo VGBL

O levantamento também detalha os resultados por tipo de contratação do plano de previdência. A grande maioria, cerca de 62% dos planos comercializados, foram o VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre), responsáveis pela arrecadação de R$ 139,8 bilhões, o que corresponde a 91,4% do total.

Outros 22% dos planos comercializados se referem à opção pelo PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre), os quais somaram R$ 10,4 bilhões e que representam 6,8% do montante captado no período. Já os demais planos contratados foram os Tradicionais (16%) com R$ 2,8 bilhões arrecadados, e responsáveis por, aproximadamente, 1,8% do total.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
Planejamento Sucessório é ferramenta indispensável na transição de gerações
Planejamento Sucessório é ferramenta indispensável na transição de gerações/ Foto: Divulgação

Planejamento Sucessório é ferramenta indispensável na transição de gerações

Ferramenta é de vital importância para que a transição de gerações ocorra de

Próximo
HDI e Liberty Seguros anunciam novo time de executivos à frente das marcas
HDI e Liberty Seguros anunciam novo time de executivos à frente das marcas/ Foto: Divulgação

HDI e Liberty Seguros anunciam novo time de executivos à frente das marcas

Após aquisição das operações da Liberty no Brasil, Grupo HDI passa a ser a

Veja também