Projeto criminaliza o uso de veículos movidos à tração animal

Depositphotos
Dois cavalos puxam uma carroça com toras de madeira
Texto pune com prisão de até quatro anos quem usa animal para puxar carga

O Projeto de Lei 176/23 criminaliza o uso de veículos movidos à tração animal e de animais para transportar cargas, com pena de reclusão de 1 a 4 anos, além de multa. O texto altera a Lei de Crimes Ambientais.

Se o crime resultar na morte do animal, a pena será de reclusão, de 3 a 8 anos, bem como multa. Se resultar em ofensa à integridade física ou psicológica do animal, a pena será de reclusão, de 2 a 5 anos, e multa.

“O fato de um animal puxar carroça morro acima, muitas vezes levando chibatadas e carregando várias vezes o próprio peso, se materializa em uma conduta que merece condenação penal”, defendem os autores, deputado Delegado Matheus Laiola (União-PR) e ex-deputado Delegado Bruno Lima (PP-SP), no texto que acompanha o projeto.

Circo
O texto em análise na Câmara dos Deputados também proíbe o uso de animais em apresentações de circos tanto presenciais quanto transmitidas pela internet.

A pena será de reclusão, de 2 a 5 anos, e multa, a qual será dobrada se resultar em morte do animal.

Hoje, a proibição ao uso de animais nesse tipo de espetáculo é regulada por legislação estadual.

Tramitação
A proposta ainda será despachada para análise pelas comissões permanentes da Câmara.

Artigo Original: Agência Câmara Notícias

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prev
Seguro Rural paga mais de R$ 10 bilhões em 2022
Seguro Rural paga mais de R$ 10 bilhões em 2022 / Foto: Giuseppe Russo / Pexels

Seguro Rural paga mais de R$ 10 bilhões em 2022

Região Sul do país teve destaque tanto em arrecadações quanto no pagamento de

Next
Frente Parlamentar da Agropecuária propõe reorganização ministerial para garantir conquistas

Frente Parlamentar da Agropecuária propõe reorganização ministerial para garantir conquistas

As recentes mudanças no Ministério de Agricultura e Pecuária (Mapa) foram

You May Also Like