Residências vazias precisam de cobertura específica

Residências vazias precisam de cobertura específica/ Foto: Freepik
Foto: Freepik

Períodos de ausência prolongados aumentam vulnerabilidade dos imóveis

Deixar a casa vazia durante uma viagem de férias ou a trabalho é uma situação na qual ela fica exposta a incidentes sem que alguém possa contorná-los imediatamente. Mais crítico ainda é que dependendo do tamanho do período com todos fora, o seguro residencial padrão pode não estar mais em vigor, deixando a residência desprotegida. Falando apenas de incêndios, nos EUA, um relatório da U.S. Fire Administration calcula que de 2013 a 2015 23.800 incêndios em edifícios residenciais vazios foram relatados anualmente nos EUA. Esses incêndios resultaram em uma estimativa de 75 mortes, 200 feridos e US$ 785 milhões em perda de propriedade a cada ano. Eles representaram 6% de todos os incêndios em edifícios residenciais. Ações intencionais foram a principal causa desses incêndios, representando 34%. Em termos de origem do fogo, os quartos foram a área líder com 12%, seguidos por salas comuns como salas de estar, salas de família e salas de estar com 11%, e áreas de cozinha com 8%.

“Mas existem também todos os demais perigos de um lar desprotegido, como acidentes naturais, vandalismo e até mesmo assaltos”, alerta Tiago Prado, CEO da BRZ Insurance. “Podemos estimar em 300% maior o risco de roubo em uma casa sem ninguém em relação a uma ocupada”.

Esse cenário faz necessário explicar como funciona o Vacant Home Insurance, ou Seguro para Casa Vazia. Ele proporciona cobertura para situações como incêndio, roubo, vandalismo, tempestades, e até mesmo para cenários incomuns, como canos estourados, quedas de árvores ou até chuvas de meteoros.

Em primeiro lugar, vale lembrar que o Seguro Residencial Padrão protege a propriedade quando alguém a está habitando, porém é pausado caso haja uma ausência prolongada (informação que consta das apólices e pode ser verificada). Por isso o Seguro para Casa Vazia é a opção que vai cobrir perigos em períodos de vacância mais longos – e justamente por isso costuma exigir um investimento mais alto, devido ao aumento da vulnerabilidade.

“Há outras situações nas quais os imóveis podem estar vazios: durante reformas, por exemplo, ou mesmo quando ele é usado pelo proprietário para locação e fica sem inquilinos até que se estabeleça um novo contrato”, complementa Tiago.

Sobre a BRZ Insurance

A BRZ Insurance é uma Insurtech focada na comunidade brasileira e latina nos EUA. Operando desde 2017, usa IA para oferecer ao imigrante latino que atualmente reside em solo norte-americano uma gama de serviços de seguros, levando em consideração as exigências de cada cliente à legislação e exigências locais. Com operação no Brasil e nos Estados Unidos, consegue não só conceder atenção e cuidado de acordo com a cultura e os hábitos desse público, mas também levar a solução adequada a cada necessidade em específico, descomplicando o processo de contratação de seguros e democratizando, dessa forma, o seu acesso.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
Morre Álvaro Magalhães, fundador do Grupo Interbrok de Seguros, empresa comprada pela Gallagher Brasil

Morre Álvaro Magalhães, fundador do Grupo Interbrok de Seguros, empresa comprada pela Gallagher Brasil

Próximo
Kamino e SplitC promovem webinar gratuito sobre gestão de comissões para o mercado financeiro

Kamino e SplitC promovem webinar gratuito sobre gestão de comissões para o mercado financeiro

Evento reúne Gabriel Segers, CEO da SplitC, e Guto Fragoso, CEO da Kamino, em

Veja também