Setor de Bancos e Cartões foi prioridade para consumidores inadimplentes que regularizaram dívidas em janeiro, revela Serasa Experian

Setor de Bancos e Cartões foi prioridade para consumidores inadimplentes que regularizaram dívidas em janeiro, revela Serasa Experian / Foto: Towfiqu Barbhuiya / Unsplash Images
Foto: Towfiqu Barbhuiya / Unsplash Images

7 em cada 10 contas negativadas do segmento foram quitadas em até 60 dias após a negativação; “Utilities” ficaram em segundo lugar

Dados do Indicador de Recuperação de Crédito da Serasa Experian revelaram que, em janeiro, 73,1% das dívidas do setor de Bancos e Cartões foram pagas por consumidores inadimplentes em até 60 dias após a negativação. De acordo com o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, “o alto percentual do segmento demonstra como os consumidores valorizam a utilização das linhas de crédito. Embora a demanda pelo recurso financeiro passe por um período de desaceleração, as pessoas ainda priorizam limpar seus nomes com os credores para seguir tendo acesso a eles”.

O segmento de Utilities, que engloba contas de luz, água e gás, ficou em segundo lugar, com 68,5% dos débitos liquidados. “Esse fato reforça o modelo de quitação por prioridade, já que a população precisa consumir cotidianamente tais serviços básicos”, explica Rabi. Confira no gráfico abaixo dados completos sobre a evolução de quitação por setor:

Divulgação

No dado geral, que considera todos os segmentos das dívidas, o percentual de pagamentos em até 60 dias após a negativação em janeiro foi de 63,5%. Em comparação com o mesmo mês de 2022 é possível observar um aumento, já que no período o índice marcava 49,8%. Veja no gráfico a seguir a movimentação mensal:

Divulgação

Dívidas com valor acima de R$ 10 mil têm o maior percentual de pagamento

Em janeiro, as dívidas negativas mais quitadas por consumidores inadimplentes tinham valor acima de R$ 10 mil. O economista da Serasa Experian explica que, apesar dos débitos mais baratos serem pagos com mais facilidade, as contas mais caras, geralmente, dizem respeito a financiamentos de casa e imóveis. Dessa forma, para não perder o bem, as pessoas tendem a honrar mais com esse tipo de compromisso. Confira abaixo os demais percentuais de acordo com o valor da dívida:

Divulgação

Na análise por região, ainda em janeiro, o Centro-Oeste teve a melhor taxa de recuperação, com 66,9% das dívidas negativadas ressarcidas. Em sequência estava o Sul (63,6%), seguido pelo Nordeste (63,2%), Sudeste (63,0%) e Norte (62,8%). Confira os dados por Unidade Federativa (UF) no gráfico a seguir:

Divulgação

Metodologia

O Indicador de Recuperação de Crédito da Serasa Experian considera o número de dívidas incluídas no sistema de inadimplência em cada mês específico. A medida de até 60 dias para quitação dos compromissos financeiros deste indicador foi selecionada por refletir a régua comum utilizada pelas soluções de cobrança, mas esse tempo pode variar de acordo com cada credor. Além disso, a série histórica do índice ainda é curta, com dados retroativos desde 2017, dessa forma, não é possível afirmar períodos de sazonalidade, uma vez que seria necessário contar com no mínimo 05 anos de observação para fazer essa análise.

Para conferir mais informações e a série histórica do indicador, clique aqui.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
A nova era do Cloud: muitas Nuvens por mais eficiência
Alessandro Buonopane, CEO Brasil da GFT Technologies / Divulgação

A nova era do Cloud: muitas Nuvens por mais eficiência

Confira artigo de Alessandro Buonopane, CEO Brasil da GFT Technologies

Próximo
Prudential do Brasil recebe Selo de Excelência em Franchising, da ABF
Prudential do Brasil recebe Selo de Excelência em Franchising, da ABF / Divulgação

Prudential do Brasil recebe Selo de Excelência em Franchising, da ABF

Seguradora conquistou também a qualificação como Destaque Franchising 2023

Veja também