Vittude anuncia rebranding da marca e reafirma compromisso com futuro do trabalho

Tatiana Pimenta, CEO da Vittude / Foto: Juliana Frug / Divulgação
Tatiana Pimenta, CEO da Vittude / Foto: Juliana Frug / Divulgação

Healthtech reforça o posicionamento como ecossistema de soluções inteligentes em saúde mental para grandes empresas e mira alcançar de 1 milhão de pessoas beneficiadas

Vittude, referência no desenvolvimento e gestão estratégica de programas de saúde mental para empresas, anuncia o rebranding da marca, apresentando seu compromisso com o progresso das empresas e da sociedade. A empresa reafirma sua missão de democratizar o acesso a serviços de saúde mental e reforça seu compromisso com a sustentabilidade das organizações, reconhecendo a saúde mental como elemento inegociável da inovação e convocando as empresas para fazerem parte do movimento.

Com um ecossistema de soluções inteligentes de saúde mental, a healthtech oferece diagnósticos clínicos e organizacionais, inteligência de dados, educação e acesso a serviços de saúde mental de alta qualidade.

A startup, que é a parceira estratégica das maiores empregadoras do Brasil, tem expectativa de atingir 1 milhão de vidas elegíveis no próximo ano, por meio de projetos firmados com empresas como Grupo Boticário, Vivo, Ambev, Cocamar, Saint Gobain, Telhanorte Tumelero, L’Óreal, SAP e Thomson Reuters, que já fazem parte do portfólio.

“Ao longo dos últimos anos, a Vittude se especializou no desenvolvimento e gestão estratégica de programas de saúde mental para empresas. Entregar soluções eficientes para grandes populações demanda robustez, conhecimento técnico e versatilidade para atuar em todo ciclo de cuidado, desde a promoção, a prevenção até o tratamento final. O ponto chave de um programa de qualidade é assegurar melhores desfechos de saúde para as pessoas. Hoje fazemos isso por meio de uma metodologia proprietária e utilizando a inteligência de dados a nosso favor”, enfatiza Tatiana Pimenta, fundadora e CEO da Vittude.

A Vittude nasceu em 2016 como uma plataforma B2C, que conectava pessoas a profissionais de psicologia, partindo do desafio pessoal de sua fundadora. Em 2012 Tatiana precisou tratar um quadro de depressão e não encontrou ajuda adequada e de qualidade em sua operadora de saúde. O posicionamento da OMS em relação ao Burnout, em 2018, fez com que a empresa identificasse novos stakeholders: as empresas. O início da pandemia, em 2020, promoveu mudanças de paradigmas em relação à saúde mental dentro das empresas e reforçou a necessidade de uma atenção ainda maior para o modelo B2B,

“As empresas estão desperdiçando muito dinheiro ao escolher ignorar e até negligenciar as consequências de transtornos como a depressão, a ansiedade e o estresse no trabalho. Com as pessoas em sofrimento, a produtividade das organizações fica enfraquecida, sem falar da inovação que simplesmente não acontece. Ou seja, pouca eficiência financeira em diversas frentes dos negócios. Precisamos, de uma vez por todas, quebrar os estigmas e derrubar as barreiras do preconceito com a saúde mental. O rebranding reflete a nossa crença de que não haverá futuro sem saúde mental”, afirma Felipe Sobral, Head de Marketing da Vittude.

De acordo com o levantamento feito pelo Trench Rossi Watanabe, as reclamações trabalhistas relacionadas ao burnout somaram, entre 2014 e 2022, R$2,48 bilhões de gastos às empresas. Os números ainda podem aumentar se forem considerados os afastamentos por ansiedade e depressão, por exemplo. Esta estatística assusta os líderes e gestores ao redor do mundo, mas representa também uma realidade ainda mais chocante. Segundo estudo State of the Global Workplace 2022, da Gallup, 44% dos trabalhadores se consideram estressados e 19% descrevem o tempo no escritório como “extremamente infeliz”.

Dentro desse contexto, a mudança vai além das novas cores da marca, agora mais vibrantes, para refletir a potência e o amadurecimento do negócio. O seu isótipo é um círculo com várias letras “V”, representando os conceitos de ecossistema e de comunidade. “Se as grandes empresas estiverem unidas e se as soluções para seus desafios forem inteligentes, provocarão uma transformação efetiva e impactante no futuro da sociedade”, enfatiza Sobral.

“Para nós, é impossível uma sociedade progredir sem que a saúde mental seja tratada de forma séria, aprofundada e pragmática. O futuro que queremos e vamos construir é aquele no qual as pessoas sejam essencialmente saudáveis, felizes e capazes de alcançar tudo aquilo que elas desejam. Ao longo dos nossos mais de 7 anos de operação, adquirimos expertise, maturidade e autoridade no desenvolvimento de programas eficientes de saúde mental e entendemos que nossa marca precisava refletir essa evolução”, completa Tatiana, que foi nomeada como LinkedIn Top Voice, em 2023, na categoria de Equilíbrio Vida e Trabalho, sendo reconhecida como uma das profissionais mais influentes no assunto.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
Kamino é reconhecida entre as sete fintechs de maior destaque das Américas no Money 20/20
Kamino é reconhecida entre as sete fintechs de maior destaque das Américas no Money 20/20 / Foto: Luciano Alves / Divulgação

Kamino é reconhecida entre as sete fintechs de maior destaque das Américas no Money 20/20

Prêmio Startup Network Cohort reconhece iniciativas disruptivas do ecossistema

Próximo
Expectativas para as decisões de Política Monetária na Super Quarta
Expectativas para as decisões de Política Monetária na Super Quarta / Foto: Wance Paleri / Unsplash Images

Expectativas para as decisões de Política Monetária na Super Quarta

Economista oferece insights valiosos sobre a reunião do Comitê de Política

Veja também