Banco BV explora soluções avançadas com Parchain para garantir privacidade em transações bancárias

Carlos Bonetti, diretor executivo de Riscos do banco BV / Foto: Divulgação
Carlos Bonetti, diretor executivo de Riscos do banco BV / Foto: Divulgação

Instituição, que encerrou os testes obrigatórios do Banco Central para o projeto piloto do DREX, está conduzindo testes por meio da solução de privacidade criptográfica desenvolvida pela Parfin

No cenário das inovações tecnológicas no Sistema Financeiro Nacional, o  banco BV, uma das maiores instituições financeiras do país, reafirma seu papel de vanguarda, explorando soluções de ponta a ponta para aprimorar a privacidade e a segurança das transações financeiras. Atualmente, a instituição está conduzindo testes com a Parchain, blockchain permissionada desenvolvida pela Parfin, para players institucionais, que provê privacidade, performance e segurança para as transações on-chain. A solução figura entre as três principais opções que estão sendo avaliadas pelo Banco Central para integração no DREX, juntamente com as alternativas Anonymous Zether e Starlight. Além disso, o BV finalizou todos os fluxos obrigatórios do projeto piloto do DREX, que tinha data limite do cronograma do Banco Central para terminar até janeiro de 2024.

“Esse passo estratégico faz parte da evolução do BV com a inovação tecnológica, assim como evidencia o papel do banco na construção de um ambiente financeiro mais seguro e avançado para nossos clientes. Nos últimos anos, o BV consolidou sua posição como um pioneiro tecnológico, integrando-se ao projeto Piloto Real Digital o que permitiu ao BV ser  um dos primeiros emissores de títulos públicos federais tokenizados”, afirma Carlos Bonetti, diretor executivo de Riscos do banco BV.

Entre os atributos cruciais que o banco visa avaliar com a parceria pelo uso da Parchain, destaca-se a garantia de conformidade e privacidade nas transações e contas bancárias. Os testes estão sendo conduzidos na rede EVM, o que não apenas assegura a segurança das transações, mas também garante a interoperabilidade entre diferentes redes, promovendo uma experiência bancária integrada. “O compromisso do BV em adotar tecnologias inéditas do mercado, como a Parchain, ressalta o papel de liderança da instituição, na busca contínua pela segurança no setor bancário”, finaliza Bonetti.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prev
Transfeera recebe autorização para operar como Instituição de Pagamento
Transfeera recebe autorização para operar como Instituição de Pagamento/ Foto: Divulgação

Transfeera recebe autorização para operar como Instituição de Pagamento

Com a autorização do Banco Central, fintech poderá aprimorar ainda mais seus

Next
B3 é reconhecida como melhor bolsa das Américas pelo Fow International Awards
Foto: Divulgação/ B3

B3 é reconhecida como melhor bolsa das Américas pelo Fow International Awards

A bolsa do Brasil também foi premiada nas categorias de ‘Provedora de Índices do

You May Also Like