Quinzena do Seguro

Governo Federal debate ações para minimizar problemas causados pela estiagem no Rio Grande do Sul

O ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, se reuniu, nesta quarta-feira (8), com os ministros do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, e da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, para buscar soluções para minimizar os impactos da estiagem que assola o estado do Rio Grande do Sul. O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Wolnei Wolff, também participou do encontro.

Durante a reunião, os ministros apresentaram a parlamentares, prefeitos e representantes da sociedade civil do Rio Grande do Sul os programas e ações de suas Pastas. Os gestores do Governo Federal também ouviram as demandas específicas dos municípios presentes e destacaram que os três ministérios estão unidos para ajudar a diminuir o impacto da estiagem no estado. Até o momento, 128 municípios gaúchos tiveram a situação de emergência reconhecida pelo Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR).

“Estamos no cumprimento da missão que o presidente Lula nos passou desde o primeiro momento em que nos convidou para sermos auxiliares. Vamos manter diálogo permanentemente aberto com os entes federativos, sejam prefeitos, vereadores, deputados estaduais, federais, senadores e com a sociedade civil organizada, de modo a que nossas política e ações possam beneficiar o maior número de pessoas”, ressaltou o ministro Waldez Góes.

“No caso do MDIR, isso é bastante desafiador, pois fazemos ações estruturantes, como são as obras da transposição do São Francisco, e também temos que dar resposta aos desastres naturais. E isso ocorre, por exemplo, como fornecimento de água, de um alimento que chegue a essas regiões. E, muitas vezes, no mesmo estado brasileiro, estão ocorrendo estiagem e enchente”, completou o ministro Waldez.

O ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, destacou a importância do trabalho conjunto entre os três ministérios. “A gente quer fazer uma parceria que seja perene para que esse problema seja atacado com uma resposta sustentável. Inicialmente, vamos ouvir o governo estadual, os prefeitos, já que cada município tem sua peculiaridade e, na sequência, vamos estudar e anunciar quais medidas poderão ser tomadas”, destacou.

“Temos que seguir a determinação do presidente Lula e sermos um governo transversal, que dialoga com todos. Estamos aqui diante de vários interessados em ações contra a estiagem no Rio Grande do Sul. Nós queremos primeiro ouvir as demandas de vocês, mesmo que a gente já tenha levantado alguns dados”, afirmou o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro.

]]>
Via: Brasil61

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prev
Reconhecida no mercado, Yes Consulting defende especialização do corretor de seguros
Cesar Miranda, executivo da Yes Consulting / Foto: Reprodução

Reconhecida no mercado, Yes Consulting defende especialização do corretor de seguros

Executivo Cesar Miranda demonstra oportunidades e vantagens para profissionais

Next
No Dia do Frevo, Qualicorp soma apoio às atividades do principal espaço dedicado à dança folclórica no Brasil
No Dia do Frevo, Qualicorp soma apoio às atividades do principal espaço dedicado à dança folclórica no Brasil / Foto: Divulgação

No Dia do Frevo, Qualicorp soma apoio às atividades do principal espaço dedicado à dança folclórica no Brasil

Data também marca o 9º aniversário do Paço do Frevo, no Recife; Patrocínio

You May Also Like