Lello cria divisão ‘corporate’ para auxiliar franquias na instalação de pontos comerciais pelo País

Lello cria divisão ‘corporate’ para auxiliar franquias na instalação de pontos comerciais pelo País / Foto: Alena Darmel / Pexels
Foto: Alena Darmel / Pexels

Novo setor da imobiliária e administradora foi desenhado para atender às demandas de negócios que necessitam expandir atividades com rapidez e eficiência; O trabalho é realizado por consultores especializados e imobiliárias parceiras

A Lello, um dos maiores grupos imobiliários do Brasil, acaba de criar um produto sob medida para auxiliar empresas de franquias na instalação de pontos comerciais nas grandes cidades de todo o País. O novo setor da administradora, que já atuava na intermediação e gestão de contratos de locação residenciais e comerciais, foi desenhado com o objetivo de atender às demandas de negócios do segmento de franchising que necessitam expandir suas atividades.

Concentrado no atendimento B2B, o negócio foi desenhado especificamente para cuidar, por meio de consultoria especializada e sob medida, das solicitações de mercado imobiliário de empresas que buscam o ponto ideal para instalação de seu ponto de venda.

Na divisão “Lello Corporate”, a captação do imóvel comercial é feita sob demanda, levando em conta as orientações específicas para cada imóvel, como localização, poder aquisitivo, entre outras vertentes.
“Preenchemos uma lacuna que havia no mercado imobiliário, de prestar uma solução customizada, com eficácia e atendimento personalizado às empresas do setor de franquias”, afirma Raphael Sylvester, diretor de estratégia da Lello Imóveis.

Segundo ele, com a demanda aquecida pelo comércio em negócios de franquias, a procura por novos locais para instalação de pontos de venda ganhou força e velocidade. “Fica evidente, sobretudo nas grandes cidades, que nos acostumamos a ver uma mesma rede de supermercados a cada quarteirão ou uma franquia de farmácias e estética”, destaca Sylvester.

O trabalho da Lello Corporate consiste, dentre outras atividades, em realizar a análise de informações do mercado imobiliário para obter o imóvel com a melhor vantagem competitiva, por meio de ferramentas de inteligência de mercado e toda a segurança de suporte contratual. A equipe de especialistas da Lello avalia e estrutura todo o contrato de locação com base na lei do inquilinato e nas melhores práticas de mercado.
“A escolha do ponto comercial é uma das etapas mais importantes da implantação de um novo negócio e o empresário busca segurança e credibilidade para não errar nessa hora”, analisa o executivo. “As franquias buscam agilidade e eficiência em negócios imobiliários e a Lello Corporate vai ao encontro desse desafio, trazendo uma solução personalizada e sob medida”, diz.

Todo o atendimento é centralizado em um consultor especializado e a busca pela captação dos imóveis é feita a nível Brasil, incluindo o estoque de imóveis administrados pela Lello ou por parceiros, o que facilita a busca do ponto ideal, customizado e sob medida.

Raphael Sylvester observa que, na maioria das vezes, o melhor ponto é, na verdade, o que melhor se adapta às condições propostas na hora da busca do imóvel. “O melhor ponto não é o mais caro ou o mais barato, ou maior ou menor, mas sim aquele que melhor se adeque ao público da franquia e que traga a melhor relação custo-benefício para os negócios. Por isso, contamos com especialistas e atuamos como parceiros dos times de expansão para tornar essa busca facilitada e ágil aos nossos clientes”.

O diretor de estratégia da Lello Imóveis explica que é justamente na hora de definir o ponto comercial que é fundamental realizar o levantamento de diversos fatores que precisam ser observados em momento crucial para o negócio. “Analisar o perfil do público e fluxo da região, justamente para verificar se enquadram com o perfil da franquia, é um dos principais pontos que devem ser levados em conta na hora da instalação do ponto comercial”, destaca.

Ainda segundo Sylvester, de nada adiantaria colocar uma marca voltada para a classe A em um bairro de baixa renda. “Outra questão que precisa ser bem analisada é o custo de ocupação do ponto comercial, ou seja, a análise de todas as despesas mensais que este ponto irá ter. Além disso, a infraestrutura da região, a estrutura física e a análise da concorrência local também devem ser analisados”, conclui.

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), houve um crescimento de 17,2% no faturamento nominal entre o primeiro trimestre de 2023 em relação ao mesmo período do ano passado. A receita do setor segundo a ABF chegou a R$ 50,6 bilhões de reais. Nos últimos 12 meses, a alta foi de 16,1%, com receita na casa de R$ 218 bilhões de reais. A ABF aponta ainda que o aumento da demanda de atividade do setor já ocorre há cinco trimestres seguidos.

Total
0
Shares
Anterior
Orentt Medical anuncia contratação na área comercial
A CEO da Orentt, Valéria Ribeiro (centro), com seu time comercial Bárbara Marques (esq.) e Fernanda Longo (dir.) / Foto: Divulgação

Orentt Medical anuncia contratação na área comercial

Fernanda Longo assume como gerente de novos negócios e estratégia médica na

Próximo
Cresce em 33% o número de seguros para smartphones no País
Cresce em 33% o número de seguros para smartphones no País / Foto: Andrea Piacquadio / Pexels

Cresce em 33% o número de seguros para smartphones no País

Pesquisa aponta que, em 2021, 23% dos consumidores aderiram a planos de proteção

Veja também