Retenção de talentos vai além da oferta de bons salários

Marcus Marques, especialista em aceleração empresarial – Foto: Divulgação

Investir no desenvolvimento profissional, cultura organizacional e qualidade de vida é o caminho para construir equipes sólidas e resilientes

A retenção de talentos tornou-se uma das principais preocupações das organizações no cenário empresarial. Um dos fatores apontados como determinantes sempre foi a questão salarial. No entanto, apenas oferecer uma boa remuneração não é suficiente para convencer e reter os profissionais mais qualificados.

De acordo com Marcus Marques, especialista em Aceleração Empresarial com mais de um milhão de seguidores em suas redes sociais, salários atrativos e um plano de carreira bem estruturado são fundamentais para atrair e manter talentos. Contudo, esses elementos, por si só, não são suficientes para garantir a fidelidade dos profissionais em longo prazo. “As empresas precisam ir além do óbvio para construir equipes cada vez mais sólidas, investindo fortemente em ações de bem-estar e desenvolvimento dos colaboradores”, declara.

Ambiente de trabalho e cultura organizacional

Um ambiente de trabalho saudável e uma cultura organizacional forte são elementos-chave para a retenção de talentos. “Profissionais buscam não apenas um local para trabalhar, mas um espaço em que se sintam valorizados, respeitados e conectados aos valores da empresa. Iniciativas que promovem a diversidade, inclusão e equilíbrio entre vida profissional e pessoal tornam-se cada vez mais importantes”, pontua.

O especialista acredita que investir no desenvolvimento profissional contínuo dos colaboradores é uma estratégia eficaz para retê-los. “Programas de treinamento, mentorias e oportunidades de aprendizado constante demonstram o comprometimento da empresa com o crescimento de seus funcionários. Além disso, o reconhecimento por mérito e conquistas contribui para o fortalecimento do vínculo entre a equipe e a organização”, revela.

 

Salários extras e reconhecimento individualizado

Na sua empresa, Grupo Acelerador Empresarial, Marques adota o ditado “casa de ferreiro, espeto de ouro”, tendo realizado, no ano passado, a distribuição de lucros com todos os colaboradores recebendo três salários extras como bonificação pelo excelente desempenho, reforçando o compromisso da empresa com a valorização de seus profissionais. “Líderes e pessoas-chave receberam um reconhecimento especial, com quatro salários extras, em reconhecimento à sua alta responsabilidade e impacto nos resultados”, completa o empresário.

Ainda, na opinião de Marques, programas de participação nos lucros, bonificações e premiações, criação de grupos de voluntariado, estabelecer uma comunicação de mão dupla são ferramentas para motivar, engajar e reter talentos, criando um ambiente de trabalho positivo e produtivo.

 

O papel da aceleração empresarial

Segundo Marques, profissionais especializados em aceleração não apenas identificam oportunidades de crescimento, mas também implementam estratégias para otimizar o ambiente de trabalho, promover o desenvolvimento contínuo e fortalecer a cultura organizacional. “A expertise dos especialistas nesse campo de atuação contribui para a criação de soluções personalizadas, que vão além dos tradicionais pacotes de benefícios, impactando positivamente a satisfação e a retenção de talentos”, relata.

Para o empreendedor, empresas que investem não apenas em remuneração, mas também em desenvolvimento profissional, cultura organizacional e qualidade de vida, têm mais chances de construir equipes sólidas e resilientes. “Esse é um diferencial estratégico na busca pela retenção efetiva de talentos no mercado”, ressalta. “Ao gerar mais oportunidades de emprego e crescimento profissional, a organização contribui para a construção de uma sociedade mais justa e próspera”, finaliza.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prev
Monetização do YouTube Shorts completa um ano no Brasil

Monetização do YouTube Shorts completa um ano no Brasil

Mais de 80% dos criadores de conteúdo estão agora também ganhando por meio de

Next
1º de abril sem mentiras: empréstimo para negativados existe sim
Brasileiros optam por pagar dívidas por meio de empréstimos / Foto: Karolina Grabowska / Pexels

1º de abril sem mentiras: empréstimo para negativados existe sim

Especialista financeira explica como contratar crédito pessoal para se reerguer,

You May Also Like